terça-feira, 29 de julho de 2008

[Sem você]


enquanto você não me valorizar
eu vou seguindo sem você a minha vida
enquanto você não me valorizar
eu vou seguindo sem você

agora tudo aquilo que eu sonhei
eu vou atrás pra realizar
eu vou deixar acontecer
o que tiver que ser será
estou muito bem assim
sem você perto de mim
e agora eu vou poder viver
a minha vida que um dia foi roubada por você
e que nunca teve o valor é que tinha que ter não não não

[Refrão]

eu só queria um pouco de Amor
eu só queria aquele beijo que você negou
mas eu nunca desisti de ser feliz
vou procurar aquilo tudo que eu sempre quis vou vou vou

Sem você
BLESS FYA

sábado, 26 de julho de 2008

[Pai Dinah]


O Vitória dá um pau no Atlético-MG.

O Flamengo perde do Botafogo.

O Grêmio perde do Palmeiras.

O VITÓRIA ACORDA NA SEGUNDA COMO LÍDER!



Mais que um sentimento.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Destruindo ritos católicos

“PRIMEIRA IGREJA”

A Igreja Católica nasceu em 325 d.C. (ou seja, quase 3 séculos depois da morte de Jesus) quando o imperador Romano Constantino se converteu ao cristianismo e decidiu fundir IGREJA-ESTADO. Até então os Cristãos eram conhecidos apenas por “Seguidores de Cristo” e eram considerados como inimigos. Nesta época já eram organizados em congregações e unidas sob uma mesma liderança, formada principalmente pelos apóstolos originais de Jesus. Inclusive os Cristãos verdadeiros que seguiam as Leis não concordavam com a mistura da fé com Roma e foram perseguidos e mortos por causa disso. Portanto a Igreja Católica não foi a primeira igreja, mas um desvio da fé cristã.

SINAL DA CRUZ

A origem do sinal da cruz está atrelada a um ritual egípcio misterioso chamado Tau. Foi incluída nos ritos católicos possivelmente no 4º século como uma forma de tornar a Igreja Católica mais atraente para os pagãos.

ÁGUA BENTA

Atribui-se o uso da água benta a Alexandre I (108-177 d.C.) que segundo a crença católica tem o poder de expulsar demônios. Curiosamente no Concílio que instituiu a santidade da água benzida, um dos opositores questionou: se a mosca cair na água benta a água fica contaminada ou a mosca fica santificada?

CRUCIFIXO

Iniciou como rito católico no Século III quando Constantino, adorador do Deus Tamuz, se converteu à Igreja. Questionado mais tarde num Concílio por ser um símbolo pagão, acabou adaptado para a fé cristã no século XI ao incluir a imagem de Jesus morto e incluído nos altares das Catedrais.

VELAS

Surgiu de uma crença pagã de que alguns mortos estão nas trevas e por isso precisam de luz para buscar o caminho. Uma incoerência, pois se estão com Deus, que é a Luz, por que precisariam de velas?

HÓSTIA

Na Refeição Noturna, Jesus repartiu o pão e disse “este é o meu corpo”. A ignorância católica ensina que Jesus transformou literalmente o pão num pedaço de seu corpo. Meu Deus, estava Jesus ensinando canibalismo? Jesus várias vezes disse que era a porta, o caminho, e nem por isso ele se tornou uma espécie de portão. Trata-se apenas uma figura de linguagem. Mas tem tosco que ainda defende que a hóstia, uma vez no estômago, se torna o corpo literal de Cristo.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

[Ponha um sorriso no rosto]





Não lembro o ano e quantos anos de idade eu tinha, mas foi na época em que eu ainda estava na 1ª série. Tinha uma festa à fantasia na escola e enquanto todos foram com suas fantasias de super-heróis compradas na loja, minha mãe tinha improvisado uma roupa de palhaço. Detestei, me achei ridículo, principalmente porque a menina mais linda da escola – que tinha ido de princesa – se engraçou justamente por um menino que estava vestido de Superman.

Enquanto todos se divertiam, eu me resignava a ficar perto da mesa de doces – sim, eu era gordo e comilão quando criança. Vendo-me triste, e talvez sabendo o porquê, minha professora, minha segunda maior paixão depois da menina-mais-linda-da-escola se aproximou e disse: - Humm... veio vestido de Curinga?!

Até então super-herói para mim era como qualquer outro, apenas um super-herói. Desse dia em diante passei a gostar do Curinga. Mais tarde, o Curinga me apresentou ao Batman, e desde então este é o meu herói preferido.

Batman é único, pois enquanto todos os personagens eram perfeitos, o homem morcego era o único que não estava nas ruas para ser necessariamente um herói. Batman é o único que não possui super poderes, ele é humano com qualquer outro, inclusive você! Por que não? Hoje estréia o filme mais esperado dos fãs. “Batman Begins” foi o renascimento, “O Cavaleiro das Trevas” é a ratificação.

Segundo a crítica Curinga rouba a cena como se isso fosse novidade aos fãs. Na verdade, Curinga é o maior de todos os vilãos justamente pela posição antagônica ao Batman. Enquanto o herói é mal humorado, depressivo e não tem amizades. O seu maior vilão é engraçado, comunicativo e cheio de relações com o judiciário de Gothan.

Apesar do nome – “Cavaleiro das Trevas” foi o nome da Graphic Novel do Batman lançado nos anos 80 por Frank Miller que marcou o renascimento do personagem que até então estava ofuscado pelo Superman – o novo filme lembra um pouco outra Graphic Novel chamada “Asilo Arkhan”. Escrito e desenhado como uma história de terror, nela Batman era dado como louco e trancafiado no famoso asilo prisional onde o Coringa também estava preso. O velho palhaço do crime tem uma “atuação” horripilante e quase leva o nosso heróis à loucura de verdade.

Eu só devo assistir “Batman – O Cavaleiro das Trevas” no cinema na próxima quarta-feira, para aproveitar a promoção do Cinemark Taguatinga. Mas até lá, a ansiedade será tão grande como qualquer outro louco.

“Why so serius?”.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

[Meu único rivotril...]

A pior coisa para um dependente é a abstinência. No meu caso que uso minha droga lícita a coisa pode ser pior quando às 3 da manhã, você resiste a não digerí-lo e seu sono teima em não aparecer. Saio em caça do meu único companheiro das minhas noites de sono.

É horrível quando você sabe que existe algo mas não sabe onde. Livros, mochilas, gavetas, bolsos de calças, do paletó, no chão, na cozinha, no banheiro... as horas passam seu corpo está cansado, mas o sono simplesmente não vem.

Derrotado, me encosto na parede, parece que um desespero enorme vai tomar conta de mim. Mas já são 3 horas, daqui há mais 3 estarei me arrumando para o trabalho. Incrível como nesta hora nem TV e nem internet parecem atraentes.

Olho pra janela e vejo poucas luzes acesas dos vizinhos. Longe ouço um gato "uivando" pra lua. De vez em quando ouço talheres caindo, deve ser outro igual a mim. Olho pro chão, exausto, vencido e eis que lá está. No chão, atrás do armário, não sei como foi parar lá, mas está. Uma cartela onde antes havia 20 comprimidos, apenas um único esperando por mim.

Apenas um único esperando...

segunda-feira, 14 de julho de 2008

[Amores...]

Amor não é paixão. Amor não é se apaixonar, ou ficar fascinado com alguém. Amor é admiração, é carinho, é incondicional, ou seja, não exige nada em troca, inclusive, amor. Algumas pessoas pensam que amam, mas na verdade estão apenas embevecidas de paixão. Exigem amor de volta, senão matam. Exige amor de volta, senão morrem. Eu já me apaixonei várias vezes, eu tive vários relacionamentos, mas amei apenas 2 pessoas em toda a minha vida.

Camila (nome fictício, claro) foi meu primeiro amor. Eu nunca me achei bonito, mas conquistava quem eu quisesse. Era paquerador e namorador até conhecê-la. Morena, linda, dona de um charme brejeiro que nem a fama de bravo, que seu pai tinha por ser ancião, impediu que eu a tivesse. Namoramos por dois anos, sendo três destes noivos, até que um dia fizemos besteira, que culminou em nossa desassociação e consequentemente separação, graças ao seu pai. Eles mudaram para Aracajú e nunca mais a vi. Eu retornei em 9 meses, ela continua desassociada até hoje. Dizem que casou. Isso foi há 14 anos. Não sei como seria se a encontrasse hoje, às vezes tenho curiosidade, mas definitivamente amei-a muito e levei mais dois anos, após o rompimento, para parar de ter esperanças.

Vim para Brasília em 2000 e não esperava amar mais ninguém. Na verdade, tinha até medo que não pudesse voltar a amar. Cheguei a me enrolar com algumas pessoas, mas foi uma adolescente que me fez ver como a vida é bonita novamente. Namoramos por oito meses, acho, mas foi o suficiente para ter certeza de que ela era a pessoa para minha vida. Mas numa dessas ironias da vida, justamente a pessoa que no inicio incentivou tanto para que ficássemos juntos – sua mãe – acabou por nos separar. No final acabei sendo substituído por um amor de carnaval. Eu ainda a amo, mas agora não tem jeito. Fica apenas na lembrança como uma pessoa que eu sinto um grande carinho.

Por que estou falando de amor?

quarta-feira, 9 de julho de 2008

[Arrasador]


E ninguém cala esse chororô...

[ Quente-frio ]


Deve ser legal viver num lugar onde a temperatura é constante. Por exemplo, em Salvador seja noite ou dia, a temperatura sempre é quentinha. O mesmo não se pode dizer do Chuí-RS, onde qualquer hora do dia é frio. Mas o que dizer de uma cidade seca, que não chove há meses, onde as noites são muito frias (9 graus) e os dias são quentíssimos (32 graus)?

Gripe! Meu nariz não guenta mais...

sábado, 5 de julho de 2008

[Tá ficando lindo...]



O time do GAMA, da cidade-satélite homônima de Brasília, onde moro com muito orgulho, pode não estar numa situação cômoda da Série B, mas em termos de logística não pode reclamar. Em visita à Brasília, para a comemoração dos 50 anos do primeiro título da Copa do Mundo, o presidente da CBF confirmou para 11 de novembro o amistoso entre BRASIL x PORTUGAL, que marcará a inauguração do Estádio Distrital Antônio Walmir Campelo Bezerra, mais conhecido como BEZERRÃO.

O estádio fica ao lado da minha casa e justamente por isso tenho um ansiedade grande quanto ao término da obra, que foi prorrogada 3 vezes. Todas as vezes que saio para o trabalho e retorno, sempre percebo a progressão da obra.

Já está quase pronto. Faltam apenas os detalhes e a pavimentação das áreas circundantes, que deve se tornar o estacionamento. Uma coisa posso dizer. Vai ficar lindo!

E o Gama, definitivamente terá o melhor e mais bonito estádios do Centro Oeste, e porque não dizer, do Brasil!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

[Choro de perdedor]

Não, não amanheci ainda como prospectivo funcionário CAIXA. A expectativa ficará para o próximo dia 23. Fiz apenas 59 pontos e agora aguardo o resultado dos recursos e da média do desvio padrão para saber se fui classificado. Pelo menos isso!

A decepção não é muita pois não estudei como deveria. Não fiz cursinhos e nem fiquei horas em claro tentando decorar coisas. Fiz a prova baseado apenas nos meus conhecimentos básicos e profissionais. Se olhar por este lado, até que me saí bem. Eu fiz mais pontos que alguém que fez cursinho. Mas realmente eu deveria ter me esforçado mais.

Curiosamente, provas de concursos são antagônicas. Exemplos: eu chutei algumas e outras escolhi com uma certeza absoluta. Acabei acertando chutes e errando questões dadas como certas. Incrível.

Logo eu, que sou apaixonado pela minha língua, fui enganado por ela. Confundi sessão com seção e jurava que “privilégio” se escrevia da forma fonética que eu falo: previlégio! Imperdoável. Perdoai-me Camões!

Mas no cômputo geral, apenas uma certeza: a Cesgranrio é incompetente em elaborar provas. São confusas e permite respostas ambíguas. Acredito que será um festival de recursos. Além disso a organização é péssima. Nem se compara a CESPE. Eu gosto das provas da CESPE; sou contra apenas a política de “uma-errada-anula-uma-certa”.

Mas de qualquer forma, é como disse uma professora, certa vez. “Não existe prova difícil para quem estuda”.

Eu não estudei. Portanto, no final, tudo não passa de choro de perdedor.