segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Como preparar o comentário de um Destaque

Mais um que recebi pela internet... válido.

********************


Importante: Assistência deve Preparar o Destaque da Bíblia marcando,
30 SEGUNDOS ou até menos no relógio.

1)Comece escrevendo o que você no (singular) achou. Exemplo EU ACHEI:
Interessante, ou
Importante,
Fortalecedor,
Animador,
Consolador,
Esperançoso,
Gratificante,
Maravilhoso,
Fervoroso,
Benéfico,
Valioso,
Sábio,
Instrutivo,
Aplicativo
Gostei do,
*E por aí vai aumentando a sua lista de sugestão. ok

2)Não leia para assistência o texto devido o tempo. Escreva somente
o ponto que você gostou e tirou de proveito (seja breve uma palavra
ou uma frase pequena.) exemplo:
Fala dos......... ......... ......... ......... ....... ou,
Esse texto mostrou que......... ......... ......... ........
Que relata que......... ......... ...,
Ensinou que......... ......... ......... ......... ......... ....
Mostra que ............ ......... .......
Disse que ............ ......... ......... ......... ......... ......... .
Explicou.... ......... ......... .......
Chamou a atenção....... ......... ......... .....
O texto sugeriu que......... ......... ......... .
O texto aconselhou que......... ......... ......... ...
Esse versículo esclareceu que......... ......... ......... .
* Essa sugestão é somente do começo. O que você escolheu é pessoal. ok

3) O proveito é sempre para si mesmo ( no singular) o objetivo é
refletir onde individualmente temos e podemos
melhorar espiritualmente. Ou como ajudar outros na pregação.
Exemplo:
Eu tirei de proveito que:........ ......... ......... .........
......... .ou
Eu achei proveitoso.. ......... ......... ......... ..,
O proveito que eu tirei é............ .........
Eu tirei de Lição
Eu achei esclarecedor. ......... ......... ......... .........
......... etc

Recapitulando:
Eu gostei do: ............ ....... texto: Cap e Versículo tal tal....
Esse texto mostrou que: ............ ......... .. brevemente tal tal...
O proveito que tirei é............ ......... ..breve tal tal ...........

Viu em três linhas você participa em 30 segundos.

Exemplo:

Eu achei importante Nú 27:15-20:
Que relata por que, Josué foi escolhido como sucessor de Moisés.
O proveito é que: Se eu também perseverar até o fim na fé e obediência
receberei uma esplêndida recompensa.

********************

sábado, 28 de novembro de 2009

Tratamentos Alternativos - Mundo Cão?

URINOTERAPIA

Conciste na ingestão do próprio xixi para fins medicinais. Segundo os praticantes a urina é feita de 90% de água e 10% de nutrientes, hormônios, não absorvidos pelo organismo. Ao ingerir a própria urina o "paciente" estaria tratando doenças como alergias, doenças autoimunes, infecções, queimaduras e até câncer. O tratamento ainda não tem comprovação científica, mas por ser considerada inofensiva, não é proibida em nosso país.

TRANSFUSÃO FECAL

O uso do cocô de um doador para tratar de problemas no intestino de outra pessoa. Criada por um médico australiano, a nojenta terapia conciste na aplicação das fezes alheia no intestino doente por meio de um tubo introduzido a partir do nariz. O cocô é batido num liquidificador junto com uma solução salina até se tornar um líquido fétido, mas homogêneo. Depois é coado para reter as partes sólidas que não foram diluídas. Com uma seringa o médico injeta o líquido fecal pelo tubo enfiado no nariz do paciênte até o estômago. Segundo os praticantes, isso ajuda a restabelecer a flora intestinal entre outras.

LARVATERAPIA

Esta tecnica conciste em utilizar a larva da mosca varejeira para "limpeza" de feridas como uma biocirurgia. Por incrível que pareça, este método é bastante popular no México. A idéia é simples, as larvas comem apenas as células necrosadas e não comem as células ativas, portanto a idéia é deixar as larvas num ferimento de modo que as células podres são digeridas enquanto as vivas vão se multiplicando. Como as células mortas não posseum mais fibras nervosas o paciente não sente dor. O tratamento dura cerca de seis meses e serve para auxiliar no tratamento de ferimentos e úlceras de pele em pessoas com dificuldade de cicatrização, como diabéticos.

APINPUTURA

Um tratamento feito com o veneno de abelhas melíferas, que segundo os adeptos, tem ação anestésica e anti-inflamatória. Na versão mais radical, o paciente é ferroado pela próprias abelhas. O tratamento é feito para dores em geral, reumatismo, artrite, infecções na pele, doenças oftalmológicas e até câncer. O tratamento não possui comprovação científica e algumas pomadas e cremes feitos à base do veneno destas abelhas são proibidas no Brasil.

HIRUDOTERAPIA

Muito comum nos Estados Unidos, em Portugal e em Israel, esta terapia conciste em utilizar as sanguessugas para sugar sangue de partes do corpo que sofreram hematomas decorrentes de cirurgias plásticas e reimplantes de pequenas partes do corpo como dedos ou orelhas. A sanguessuga ao sorver o sangue da região implantada faz com que os vasos sanguíneos se ativem ao ter o sangue circulando pela região.

DESCAMAÇÃO COM PEIXES

Para tratamento estético e de uma doença chamada psoríade. Os pés do paciente são mergulhados numa espécie de aquário com cem peixinhos "garra rufas" que não param de dar pequenos beliscões e remover peles mortas, cuticulas, calos e afins.


E aí? Qual vai encarar?

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Os cristãos e os esportes




Uma matéria deste mês da REVISTA SUPERINTERESSANTE chama a atenção para um aspecto dos esportes que ressalta uma atitude das Testemunhas de Jeová que sempre foram vistas de relance por outras religiõões: as competições esportivas. As Testemunhas de Jeová são incentivadas a ver o esporte como uma forma de entretenimento social ou para exercícios físicos, mas nunca como competitividade. Por isso quem decide servir a Jeová tem de abdicar de algum esporte profissional que exerce. Apesar do ex-volante da Seleção Brasileira Mazinho e das mundialmente campeãs do tênis, as irmãs Williams, existem muitos irmãos que deixaram a vida esportiva de lado e decidiram seguir fielmente a Jeová.

A matéria informa que no mundo dos esportes, a frase "o importante não vencer, mas participar" não existe. O tal espírito esportivo existe somente nos chavões dos seus dirigentes e da mídia que vende essa imagem para o público. Os esportistas são preparados e pressionados para vencer, nem que para isso precisem apelar para trapaças e um dose de violência. Como diz a teoria, o esporte ajuda a moldar o caráter de uma pessoa, mas para pior.

Segundo o psicólogo Stephen Leff, da Universidade de Pensilvania, "a pressão que pais e técnicos colocam desde cedo em crianças atletas para vencer por influenciar negativamente o comportamento de um jovem". Curiosamente isso corrobora com resultados de uma pesquisa feita por lá. Numa delas, descobriu que jovens estudantes atletas de universidades representavam cerca de 19,9% das acusações de estupro, embora eles representem apenas 3,3% dos estudantes de ensino superior nos EUA.

No Brasil isso tem se tornado evidente nos frequentes e sucessivos casos de suposto dopping de nossos "consagrados" atletas como Rebeca Gusmão, Mauren Maggi e Daiane dos Santos. Embora todos eles neguem ter utilizado substâncias com o intuito de ganhar, mas fica evidente que todos tiveram suas vidas transformadas pelo tal espírito esportivo. Alguns deles são ensinados que o esporte deve vir em primeiro lugar antes que qualquer outra coisa como estudos, vida pessoal e vida familiar.

É justamente por isso que as Testemunhas de Jeová se orientam corretamente, à base das palavras do apóstolo Paulo aos Gálatas dizendo: "Não fiquemos egotistas, atiçando competição entre uns e outros, invejando-nos uns aos outros." — Gál. 5:26

Eu sei que é meio incoerente ler minhas palavras sobre competição - afinal, André Lago é fã de futebol e torce demasiadamente pelo Vitória - mas achei interessante uma revista do mundo finalmente chegar a mesma conclusão que o Corpo Governante chegou há tempos. De que o espírito esportivo na verdade é uma grande farsa.

domingo, 22 de novembro de 2009

Três coisas de mim

Três livros seculares

:: O Caçador de Pipas
:: Marley & Eu
:: Síndrome de Peter Pan

Três livros teocráticos

:: Proclamadores do Reino Relatam
:: O Homem em Busca de Deus
:: O maior homem que já viveu

Três cânticos do reino

:: 74 - Jeová nos põe à salvo
:: 114 - O amor leal de Deus
:: 13 - Dedicação Cristã

Três canções inesquecíveis

:: "Deborah" de Vangelis
:: "Got to be there" de Michael Jackson
:: "Um sentimento" do Catedral (Kim)

Três coisas em minha mesa agora

:: Conta do celular vencida
:: Um grampeador
:: CD do Grizzly Bear

Três qualidades

:: Ser empático
:: Ser imparcial
:: Ser carinhoso

Três vícios

:: Cinema
:: Comprar CD
:: Ler livros de ficção

Três defeitos

:: Ser cabeça dura
:: Ser questionador
:: Ser orgulhoso

Três conquistas

:: Participar do drama bíblico no congresso
:: Terminar de pagar as prestações do carro
:: Casar com uma pessoa que me ama

Três cidades amadas

:: Salvador
:: Tóquio
:: Londres

Três amores

:: Minha mãe
:: Minha esposa
:: Minha sobrinha

Três coisas que me deixam chateado

:: Desconsideração
:: Grosseria
:: Falsidade

Três coisas para rir

:: Pânico na TV
:: CQC
:: Late Show with David Latterman

Três pessoas importantes na terra

:: Minha mãe
:: Meu psicanalista
:: Meu cardiologista

Três remédios

:: Clenil Compositium
:: Atenolol 50mg
:: Crestor 10mg

Três lanches preferidos

:: Subway de frango com suco de uva DelValle
:: Fanta laranja com Doritos
:: Cachorro Quente com qualquer refrigerante

Três pratos preferidos

:: Lazanha
:: Muqueca de Arráia
:: Feijoada

Três bandas:

:: Weezer
:: Ramones
:: Moptop

Três cores que me alegram

:: Azul
:: Amarelo
:: Preto

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Saia da mesmice... ouça rock!

RAMMSTEIN




Quando o muro de Berlin caiu, além de pobres e miseraveis, filhos de uma ditadura comunista falida, saiu também uma das melhores banda de rock da atualidade, chamada RAMMSTEIN. Uma das poucas bandas de rock alemã que conseguiu granjear o respeito do mundo cantando na língua germânica. Formada em 1994, a banda faz um estilo típico na alemanha chamada de NDH, que acabou sendo copiado nos Estados Unidos com bandas como Pantera, e popularizado como Industrial Metal, aonde mistura estilos do hard rock, guitarras bem pesadas e batida eletrônica com o uso de teclados sintentizados.

O nome vem de um acidente que ocorreu em 1988 na cidade de Ramstein, na então Alemanha Oriental, aonde numa exibição 03 aviões caíram em cima da platéia causando a morte de mais de 70 pessoas. Para não criar celeumas, incluíram um "M" a mais no nome. Até 2005 já tinham lançado 4 álbuns e chegado ao limite do sucesso ao ter um de suas incluídas no filme "Triplo X". (Lembra de uma banda que tocava no inicio do filme, quando os agentes procuravam por Vin Diesel? Eram eles).

O show da banda é meio teatral com muitos efeitos visuais e pirotecnia. As letras geralmente são politizadas ou críticas ao sistema capitalista que eles encontraram no lado ocidental da Alemanha. Em 2007 chegaram a declarar que estavam acabando, o lider a banda chegou a sair, mas em 2008 voltaram a fazer shows e dizem estão trabalhando em um novo álbum.

Mas enfim, se você quiser conhecê-los, eles lançaram uma coletânea esse ano, aonde inclui os singles "Du Hast", "Amerika" (Que faz uma divertida crítica aos Estados Unidos), "Feur Frei" (do filme Triplo X) e a sisuda "Ohne Dich".





TRILHA SONORA DE LUA NOVA




A tão aguardada trilha sonora da sequencia da saga Crepúsculo não decepciona os fãs e nem para que curte o indie rock. Imaginei que viria repleto de bandas comerciais que permeiam a MTV, mas em vez disso, os únicos nomes conhecidos é Thom Yorke, líder do Radiohead que apresenta a eletrônica "Hearing Damage" e o The Killers voltando as origens com "A white demon love song".

Mas o destaque fica para os desconhecidos Death Cab for Cutie que tocam a cançao principal do filme "Meet me on Equinox", que segundo eles foram escritas para expressar aquele sentimento desesperado de términos e começos que afetam tão fortemente as personagens principais no segundo livro, Band of Skulls com a gostosa "Friends" que possui um refrão que gruda de primeira no ouvido, Lykke Li que apresenta a gótica, melancólica e encantadora "Possibility" e por fim, Hurricane Bells que com "Monsters", apresentaram a única canção decididamente rock´n´roll do álbum. Inclui também um remix do Muse, que não apenas fez parte da trilha original do primeiro filme “CREPÚSCULO”, mas também é uma das bandas favoritas da autora Stephenie Meyer, autora do livro. Enfim, para quem gosta de algo diferente, a trilha sonora de "Lua Nova" arrasa.

Lista de Músicas

01 Death Cab For Cutie - Meet Me On The Equinox
02 Band Of Skulls - Friends
03 Thom Yorke - Hearing Damage
04 Lykke Li - Possibility
05 The Killers - A White Demon Love Song
06 Anya Marina - Satellite Heart
07 Muse - I Belong To You (New Moon Remix)
08 Bon Iver & St. Vincent - Roslyn
09 Black Rebel Motorcycle Club - Done All Wrong
10 Hurricane Bells - Monsters
11 Sea Wolf - The Violet Hour
12 OK Go - Shooting The Moon
13 Grizzly Bear - Slow Life
14 Editors - No Sound But The Wind
15 Alexandre Desplat - New Moon (The Meadow)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Filme contra Testemunhas de Jeová




Já tivemos vários filmes aonde Testemunhas de Jeová foram referenciados indireta e diretamente de forma inocente, cômica ou pejorativa. Algumas eram inofesivas como as piadinhas infames sobre pessoas que batiam na porta, e outras mais engraçadas como a do filme Os cônicos, uma comédia aonde dois policiais se "fantasiam" de Testemunhas para entrar na casa de uma familia de extraterrestres. Há uma cena similar no suspense policial, Veludo Azul, mas nenhum foi mais contundente até hoje quanto Mundo Perfeito aonde um presidiário foragido adota uma criança, filho de uma Testemunha de Jeová, e durante a sua fuga faz uma analogia entre as nossas Leis restritivas e a prisão. Era, pois para delírio de alguns chega ao mercado o filme dinamarquês TO VERDENER, ("Dois Mundos"), inédito no Brasil, mas que anda fazendo muito sucesso em festivais na Europa e concorre a uma das 10 vagas de Melhor Filme Estrangeiro do Oscar de 2010, sob o título de "World Apart". Para quem tiver curiosidade, o filme está disponível em partes no Youtube.

O filme, que segundo o subtítulo é baseado numa história real, possivelmente deve ter sido feito por algum desassociado magoado porque, apesar do "conhecimento de causa", tem muitas falhas históricas e é irresponsável ao mostrar a história de uma única pessoa como um espelho genérico de mais de 7 milhões de Testemunhas. A história gira em torno de Sara, uma adolescente que é apresentada como uma Testemunha de Jeová exemplar. Numa das cenas, uma amiga dela, também cristã, diz que há 03 tipos de cristãos: os que aprontam sem pudor, os hipócritas que aprontam escondidos e vivem como santos no Salão, e os certinhos que seguem estritamente todas as leis. Sara se apresenta deste grupo, o que já por si só começa a primeira incoerência pois se ela era realmente assim, como diz, porque aceitou acompanhar uma garota de vida-dupla a uma festa de pessoas não-cristãs?

Mas antes somos apresentados ao drama familiar de Sara, pois seus pais se separam após o adultério cometido por seu pai. Sua mãe decide não dar uma chance e pede a separação e isso me dá impressão que foi frisada para servir de contraponto ao perdão que ele acabará não dando a filha por agir de modo errado. Ridiculo comparar a questão séria da relação de uma pessoa com Deus ao fato de ele ter enfiado uma galha na esposa e ela simplesmente não aceitar isso. Ser cristão é aceitar a traição do conjuge?

Na tal festa ela conhece Teis, um cara bonito, agradável, romântico, um verdadeiro "principe perfeito" por quem Sara se apaixona. Elas perdem o horário do trem e são obrigadas a dormir na casa de Teis aonde o romance vai ganhando envergadura e o conflito começa na cabeça da menina. A partir daí o filme se desenvolve mostrando a vida familiar de Sara, que ainda mantém suas atividades espirituais, e o conflito por uma paixão proibida. É óbvio que Sara já colocou no seu coração o desejo por Teis, mas tem medo de vir a cometer um erro e vir ser desassociada. Olha só, a menina que se dizia direita já pensa em relação sexual logo com o primeiro namorado? Isso porque sua grande preocupação em namorar Teis é vir ser desassociada e perder o contato dos amigos e da família. Para uma pessoa que se dizia séria, Sara cedeu fácil demais.

O filme se dedica então ao processo de desassociação, aonde ela não fala com seu irmão e é questionada pelo namorado como pode existir um Deus que separa familias. Piegas! Depois tem as duas cenas das comissões judiciais que são mostrados na íntegra, aonde anciãos são retratados como homens cruéis e sem coração. Bem, pra falar a verdade, pelo menos em uma coisa concordei com o filme. Nunca entendi porque os anciaos querem saber tantos detalhes ínfimos e pessoais durante a entrevista? Mas mostrá-los como homens duros que tinha a única intenção de fazer Sara sofrer, foi no mínimo, de uma falta de criatividade. Já vi filmes Hollywoodianos fazerem isso de uma forma mais convincente.

Sara é enfim desassociada contra sua vontade, já que ela não queria perder a companhia dos amigos. Para não dizer que o filme não tem clichê, para variar uma das amigas de Sara morre por falta de transfusão de sangue numa das cenas que só não é mais clichê do que a própria situação. No fim, o filme me surpreende, pois pensei que Sara casaria com Teis e juntos virariam católicos fervorosos ou missionários de uma igreja evangélica aonde encontraram o "verdadeiro caminho", mas ela se separa do rapaz e vira atéia. Nessa hora eu deu vontade de rir, mas na verdade eu queria chorar de raiva de tanta besteira, de como uma pessoa podia usar um fato específico para falar mal generalizado de uma organização. Mas depois, pela conclusão da história de Sara, poderia ter sido muçulmana, judia, mórmons ou membro de uma igreja evangélica tradicional, a intenção do filme é falar como as pessoas podem ser felizes simplesmente por acreditar que Deus não existe.

Sobre a visão da Organização é claro que o filme mostra a visão de uma pessoa relativista que acha que as leis e princípios da Bíblia devem ser desprezadas e consideradas apenas as frases poéticas de Jesus ou dos Salmos. Ou tenta mostrar que a religião, de uma forma geral, cerceiam as pessoas e transformam as pessoas em seres infelizes. Lamentavelmente o filme não citou as quase 30 mil pessoas que são readimitas à organização mensalmente com muita alegria e emoção por parte dos amigos e irmãos que o amam, não citou os vários casos de pessoas que ao se envolver com não-cristãos se meteram em apuros como uma gravidez indesejada, um casamento infeliz ou afastamento da organização. Não mostrou as várias famílias felizes e alegres em servir fielmente a Jeová e se apegar às suas Leis justas, não mostrou milhares de irmãos que já se beneficiaram dos tratamentos médicos alternativos sem sangue que salvaram a vida de muitos, inclusive não-Testemunhas de Jeová.

Por fim "To verdener" é um filme imbecil, sobre uma menina idiota e que vai agradar um monte de babacas!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Que publicador você é?

Recebi por e-mail. Achei engraçado.



Publicador Candidato
Gosta de debater ou discutir com o morador.


Publicador de Esquerda
Nunca concorda com o morador.


Publicador Ilusionista
Quando ainda tá no início do campo ele 'some'.


Publicador Tagarela
Sempre se mete na conversa do companheiro.


Publicador Invisível
Diz que é publicador, mas nunca ninguém o vê pregar.


Publicador Cometa
Só aparece de vez em quando.


Publicador Bicicleta
Só vai se for empurrado.


Publicador Mochila
Só vai nas costas dos outros.


Publicador Terminator
Exterminador de território com tratados..


Publicador Pistoleiro
Mata o tempo.


Publicador Noiva
Só chega atrasado.


Publicador Alfa e Ômega
Só vai no primeiro e último dia do mês.



Publicador Sapo
Pula as casas e só fala na próxima.


Publicador Jonas :
Só gosta de ficar parado debaixo de uma árvore.


Publicador Carteiro :
Bate nas casas, entrega publicações e não fala de donativos.



Publicador Bancário :
Não pode ver um banco que já aplica na poupança.



sábado, 7 de novembro de 2009

As Testemunhas de Jeová e 1975


A revista Veja da semana passada trouxe uma matéria sobre as predições do final do mundo em 2012 que andam fazendo por aí. Entre palpites e análise de profetadas, chegaram até nós com uma citação de que as Testemunhas de Jeová teriam predito o "fim do mundo" em 1975. Mas afinal, o que aconteceu neste ano?

Em 1966, os irmãos ainda tinham uma visão distorcida do que seria o Armagedom; na verdade, eles achavam que estavam no Armaggedom devido a algumas situações, principalmente desencadeadas pela "grande depressão" da II Guerra Mundial. Foi então, que baseada na cronologia bíblica, o livro "Vida Eterna" declarou que em 1975 faria 6.000 anos da humanidade, e portanto, começaria o Reino Milenar do Reino de Deus.

Embora houvesse a falsa idéia de que em 1975 o armagedom acabaria e que entraríamos no reino milenar, em nenhum momento, as publicações do Escravo disse que haveria uma destruição em massa, ou, um fim do mundo. O livro "Proclamadores do Reino" relata na página 104 que o novo livro suscitou vários comentários e interpretações. "No congresso realizado em Baltimore, Maryland, F. W. Franz deu o discurso concludente. Ele começou por dizer: "Pouco antes de eu subir à tribuna, um jovem se aproximou de mim e disse: ‘Diga-me, que significa esse 1975?’" O irmão Franz mencionou muitas perguntas feitas sobre se a matéria no novo livro queria dizer que em 1975 o Armagedom teria terminado, e Satanás estaria amarrado. Ele disse, em síntese: "Pode ser. Mas não estamos dizendo isso. Todas as coisas são possíveis a Deus. Mas não estamos dizendo isso. E que ninguém seja específico ao falar sobre o que irá acontecer a partir de agora até 1975. Mas, prezados irmãos, a grande questão é: o tempo é curto. O tempo está-se esgotando, não resta dúvida sobre isso."

Enfim, o que aconteceu é que, baseado nas palavras do livro, muitos irmãos começaram a divulgar que haveria uma grande guerra de Deus em 1975. Alguns irmãos venderam seu bens, outros abandonaram empregos, mas nenhuma dessas atitudes foram incentivadas pelo Escravo.

Pelo contrário, por exemplo, foram publicados os seguintes artigos em A Sentinela: “Fazer Uso Sábio do Tempo Que Resta” (1.° de novembro de 1968); “Sirva com a Eternidade em Vista” (15 de dezembro de 1974); “Por Que não Fomos Informados Acerca ‘Daquele Dia e Daquela Hora’” e “Como o Afeta não Saber ‘Dia e Hora’?” (1.° de novembro de 1975). Antes disso, em 1963, o livro “Toda a Escritura É Inspirada por Deus e Proveitosa” havia declarado: “Não adianta usar a cronologia bíblica para especular sobre datas que se acham no futuro na corrente do tempo. — Mat. 24:36.”

Portanto dizer que as Testemunhas de Jeová previu o fim do mundo em 1975 é uma grande mentira e, vindo de uma publicação nacional e respeitável, só pode mostrar que a nossa imprensa, infelizmente, é irresponsável.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Há 36 anos...

Numa manhã de quinta-feira, chuvosa, de 06.11.1973 às 7:30 horas da manhã, nascia no Hospital Sagrada Família, no bairro do Uruguai, em Salvador, cidade baixa, O primeiro filho de Celia Maria Lago, pesando 4 kilos e 800 gramas. Talvez por ser o primeiro filho e o parto ter sido normal, ela suportou bravamente a dor, mas assim que viu o choro do seu filho, demaiou.

Ela queria que seu filho se chamasse Carlos Augusto Lago Neto, em homenagem a seu pai, mas o cabeça dura do seu pai, decidiu e registrou-o como [Retirado por questões de privacidade], porque ele achava o nome bonito e tinha certa implicância com seu sogro.



36 anos depois, André Luis Lago vive em Brasilia, com sua esposa e filha, e toda vez que olha para o céu, sempre se pergunta "Como o tempo passa", mas também agradece:

OBRIGADO JEOVÁ, POR ME DAR SAÚDE E ALEGRIA!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Apóstatas, Opositores e Questionadores

"...pois recebiam a palavra
com o maior anelo mental,
examinando cuidadosamente as Escrituras,
cada dia, quanto a se estas coisas eram assim"
- Atos 17:11



Aquilo que Raul Seixas chamava de "metamorfose ambulante", eu chamo de “ser volúvel”. Eu sou um cabeça dura, e para mudar minha opinião sobre alguma coisa o argumento precisa ser bastante convincente. Agradeço a Jeová por ser assim, pois a apostasia está em todo lugar, mas na internet ganhou um espaço antes nunca dado a eles.

No entanto é preciso diferenciar "apóstatas", "opositores" de "questionadores". Há diferença? Sim, claro que há. Quando alguém é contra as Testemunhas de Jeová seja por qual motivo for, isso é fazer oposição. A oposição pode vir de inimigos, membros de outras religiões, amigos e, inclusive, de membros de sua própria família (compare com Mateus 10:21, 35, 36.)

Já a apostasia é a definição de abandono, alguém que antes fazia parte do povo de Deus e depois decidiu deliberadamente ser contra tudo aquilo que aprendeu. 1 Timóteo 4:1 diz sobre isso: "A pronunciação inspirada diz definitivamente que nos períodos posteriores de tempo alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios."

Estes são mais perigosos porque como conheciam a Organização, utiliza das informações privilegiadas para falar mal contra ela e impedir que outros entrem. A arte de enganar destes apóstatas inclui se fazer se anjos de luz (2 Cor. 11:14). Eles não estão interessados, inicialmente, em questionar nossas crenças, eles deixam isso para os evangélicos; seu interesse principal é minar nossa confiança no "escravo fiel e discreto", e nos membros da congregação.

Muitos apóstatas foram anciãos ou servos ministeriais, então, possuem conhecimento razoável sobre a rotina administrativa da organização e usam isso como falácia, tentando nos enganar com bravatas. Em vez de "perder tempo" dizendo que o inferno existe, que Jesus é Deus ou coisa parecida, não, eles vão tentar te convencer que a organização é má administrada, que os anciãos são hipócritas, que Betel costuma fazer transações comerciais ilícitas e assim por diante. Se não houver um mínimo de conhecimento básico do assunto e fé no caminho a ser seguido, a pessoa é no mínimo deixada confusa com o que se é dito.

Charles Taze Russel, coitado, foi um dos mais criticados. Como já vimos, ele já foi acusado de poligamo, adúltero, membro da KGB, maçon, entre outras coisas. Segundo outros, as ilustrações de nossas revistas estão cheias de desenhos com mensagens subliminares. Na França fomos acusados de sonegadores de impostos e em São Paulo, Betel recebe visitas costumeiras de oficiais da Receita Federal tentando achar uma brecha em nossas contas.

Mas há também os "questionadores". Estes sempre são mal vistos, principalmente por aqueles que são questionados. No inicio, um instutor talvez ache interessante um estudante que pergunta muito, mas com o tempo, ele começa a se irritar se são questionados em demasia, especialmente se as respostas não são convincentes.

Ser questionador, não significa que você deva seguir cegamento tudo que lhe é dito por algum irmão só porque ele possui um privilégio de ancião, servo ministerial ou pioneiro de tempo integral. Infelizmente os irmãos são imperfeitos e alguns são tentados a impor sua opinião pessoal maquiada como se fossem conselhos bíblicos. A melhor maneira de servir lealmente a Jeová é estudando as Escrituras, fazendo pesquisas biblicas, e ás vezes até mesmo questionando respeitosamente a Organização, assim como Abraão pode questionar respeitosamente a Jeová. Frequentemente envio cartas à Betel questionando alguns pontos bíblicos e sempre sou repostado de maneira sucinta e tempestiva de modo que minha fé é fortalecida. (compare com Gênesis 18:23-33).

Tudo isso é para explicar que fiquei extremamente triste que alguns de meus artigos sobre Charles Taze Russell tivesse sido mal interpretado por alguns irmãos e que até de "artigos apóstatas" tenham sido nominados. Fico triste que minha vontade de defender aquele a quem Jeová usou para restabelecer sua adoração na terra, tenha sido mal observada. Mas isso não me esmorece, pois sei que assim como os antigos bereanos, sei que outros não esperam que tenham fé e busquem o conhecimento para eles, mas estão dispostos a examinar sua fé dia e noite para que não sejam pegos de surpresa.

Sobre a atitude dos bereanos, a Despertai! de 08/10/91 escreveu:"O Professor Archibald Thomas Robertson, ao comentar essas palavras, no livro Word Pictures in the New Testament (Quadros Verbais do Novo Testamento), escreveu: “Paulo expunha diariamente as Escrituras, como fizera em Tessalônica, mas os bereanos, em vez de se ressentirem de sua nova interpretação, examinavam (anakrinō significa esquadrinhar, fazer uma pesquisa cuidadosa e exata, como nos processos legais . . .) as Escrituras por si mesmos.” O exame feito por eles não era superficial. Aqueles judeus bereanos faziam sondagens cuidadosas para confirmar se era verdade aquilo que Paulo e Silas estavam ensinando, à base das Escrituras, sobre Jesus como o Messias há muito prometido."

"Por conseguinte, seguindo o exemplo dos antigos bereanos, é importante que nós não somente leiamos a Palavra de Deus, mas também a estudemos — “examinando cuidadosamente as Escrituras” — de modo a entender o significado do que é dito."

Estás fazendo isso ou apenas balançando a cabeça para tudo que lhe dizem?