segunda-feira, 31 de maio de 2010

BETE-SARIM - A MANSÃO DA DISCÓRDIA




O nosso querido ex-presidente da Sociedade Torre de Vigia, Joseph F. Rutherford, como já dito em postagens anteriores, foi o maior revolucionário da Organização de Jeová na terra e um dos homens mais fidelíssimos que serviu ao nosso Deus. Além de ter abandonado toda a sua carreira jurídica e uma vida de sucesso profissional (Rutherford foi, inclusive, promotor público algumas vezes), foi ele quem moldou toda a estrutura que conhecemos hoje da Organização: fomentou modalidades de pregação, incentivou serviços missionários, criou escolas de treinamentos ministeriais, reajustou crenças equivocadas e fez as congregações prosperarem mais e mais os irmãos aumentarem em números e qualidade.

Entrementes, na década de 20, ele também foi responsável por um dos episódios mais incômodos de nossa organização. Imagine, que hoje, um irmão inventasse a construção de uma grande mansão luxuosa, com o objetivo de hospedar os patriarcas Jacó, Abraão, Isaque e Davi, que seriam ressuscitados antes do armagedom? Achou a idéia absurda? Pois bem, na década de 20, J. F. Rutherford “inventou” uma história dessas.

Já em 1918, o irmão Rutherford, começou a prever que os patriarcas (ou príncipes) do antigo Israel, seriam ressuscitados para a vida terrena no ano de 1925. Foi ensinado que estes "príncipes" iriam se tornar os novos líderes da terra e que a sua ressurreição, seria um prelúdio a nova ordem, o paraíso na terra em cumprimento a Salmo 45:16. Porém o ano chegou, e necasdecatibiriba de ressurreição! Bem, apesar da previsão frustrada, Rutherford continuou a pregar o regresso iminente destes príncipes.

Devido a uma pneumonia contraída quando ele e outros membros do Conselho foram presos injustamente, Rutherford começou a freqüentar a cidade de San Diego para um tratamento médico. Devido a gravidade da situação – um dos pulmões estava totalmente comprometido pelo pneumonia – os médicos recomendaram que ele não saísse de San Diego. Sem ter um local fixo para morar, alguns irmãos próximos aproveitaram a “profetada” de Rutherford, fizeram uma “vaquinha” particular e compraram um terreno em 1926 no subúrbio californiano de Kensington Heights , com o objetivo de construir uma casa aonde os patriarcas ressuscitados seriam hospedados e ofereceriam a Rutherford para que ele servisse como uma espécie de “caseiro” do local. Três anos depois, em 1929, construíram uma mansão, propositadamente feita em forma paisagística, cheio de jardins com oliveiras e palmeiras e lhe deram o nome de “Bete-Sarim”, uma expressão hebraica para Casa dos Príncipes.

Em 1930, Rutherford se mudou para o local. Não precisa dizer que, fomentado pelos inimigos, os jornais da época, como o Sun Diego Sun e o Time Magazine ridicularizaram a mansão e os reais motivos de sua execução. Diziam que a mansão era por demais luxuosa, que incluía a posse de Cadillacs de 16 cilindros, considerados “o carro” da época, e que contrastava com a situação da época, a Grande Depressão pós-guerra, aonde milhares de pessoas estavam desempregadas e viviam de ajudas humanitárias. Não é preciso dizer que isso foi uma grande deixa para os recém inimigos, aqueles ex-associados, fiéis à Russell (mas não à Jeová, vale frizar), de aproveitar a situação e levantar críticas e criar um clima de desconfiança entre os irmãos.

Tirou isso a credibilidade de Rutherford?

É interessante que as discussões acerca desse episódio, apesar de todo escárnio feito pelos jornais San Diego Sun e Time Magazine, só ganhou força no fim da década de 30. Rutherford estava definhando lentamente por causa de sua doença, e possivelmente, muitos irmãos o pouparam de se expor. Preferiram esclarecer as coisas internamente, para quem realmente importava, o conselho administrativo e aos irmãos de modo geral.

Mas em 1937 , Walter F. Salter, ex-gerente da filial canadense da Sociedade Torre de Vigia, já tinha feito duras críticas ao uso de Bete-Sarim por Rutherford. Em 1939, Olin R. Moyle, ex-assessor jurídico das Testemunhas de Jeová, publicou nos jornais locais uma carta endereçada a Rutherford, como um dos exemplos de "a diferença entre as acomodações decoradas para você e seus assistentes pessoais, comparados com aquelas fornecidas à alguns de seus irmãos." Entretanto, a Sociedade Torre de Vigia já tinha respondido às críticas de uma forma bastante contundente e óbvia: Em 02 de maio de 1937 foi publicado na revista "The Golden Age" (atual Despertai!), uma fotocópia de uma carta de We Van Amburgh, Secretário-Tesoureiro da Sociedade Torre de Vigia, afirmando categoricamente:


"Nem um centavo dos fundos da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados entraram na construção da casa em San Diego, onde o Juiz Rutherford faz o seu trabalho de inverno. Foi um presente de amigos. Eu não sabia da existência da casa até que eu li dela em "A Idade de Ouro". Nem um centavo dos fundos da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados entrou na compra dos carros Cadillac utilizados por Rutherford, em San Diego e Brooklyn. Eles foram presentes de amigos."




Finalmente, este conceito foi completamente ajustado em 1950, quando estudos adicionais das Escrituras indicaram que esses antepassados terrestres de Jesus Cristo serão ressuscitados depois do Armagedom. — Veja “A Sentinela” de agosto de 1951, páginas 119-21.

Desta forma, se resolvia a principal acusação de que Rutherford estava utilizando o dinheiro da Sociedade para usufruto próprio. A casa, mesmo que construída por um objetivo inútil, mas o foi com recursos próprios de amigos pessoais de Rutherford. Embora o mesmo tenha dado à casa a finalidade de receber os “príncipes”, é bem possível que a maioria dos irmãos que construíram a mansão duvidassem disso, e a tenham feito justamente para dar ao “amigo e irmão” uma morte mais confortável. Rutherford estava num deplorável estado avançado de pneumonia. Hoje é uma doença horrível, imagina há 80 anos quando não havia recursos na medicina? Se tivermos de acusar alguém, seria a esses amorosos irmãos que decidiram dar um conforto aos últimos dias de vida do seu querido presidente.

Entretanto tem uma coisa que me incomoda. Embora amplamente divulgado nas publicações da década de 30 e 50, atualmente as nossas publicações não faz nenhuma referência a mansão Bete-Sarim. A única menção sobre o assunto é feito apenas no livro Proclamadores do Reino, na página 76, livro este que deveria contar essa história com detalhes, mas apenas traz uns três discretos parágros: “Alguns anos após a morte do irmão Rutherford, a diretoria da Sociedade Torre de Vigia decidiu vender Bete-Sarim. Porquê? "The Watchtower" de 15 de Dezembro de 1947 explicava: "Havia cumprido plenamente seu objetivo e agora só servia como monumento bastante dispendioso de manter.”

Fico frustrado porque serve de instigação a apóstatas. Muitos irmãos sequer souberam o que foi a Bete-Sarim, e possivelmente, se fossem abordados por algum morador, negaria com convicção fortalecendo a idéia de que muitos irmãos servem a Jeová mas são “enganados” pelos seus líderes quanto a história da organização no passado. É algo que vai mudar sua fé? É algo que fará você abandonar a Organização de Jeová? Claro que não! Mas é sempre bom estarmos complemente informados acerca de tudo que permeia nossa vida espiritual. Mas enfim, a partir de agora, por meio do “DESCONSTRUINDO” você conheceu a história e saberá se defender se um dia for confrontado por algum incauto.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

MUSICA PARA SE APAIXONAR





Eu tenho uma amiga, irmã nossa, em Águeda, Portugal, que é uma musicista radical. Ela detesta tudo que for popular; como ela diz, se apareceu na MTV não presta. Concordo em partes com ela, mas não costumo ser tão incisivo assim. Conversa vai, conversa vem, ela me perguntou se eu conhecia uma banda escocesa chamada CAMERA OBSCURA

- Banda escocesa chamada "Camera Obscura"?
- Sim, cabeça...
- Não, qual estilo deles...
- Não sei como voces dizem no Brasil, aqui chamam de "indie", mas ele lembra um pouco o Pato Fu.

Se lembra o Pato Fu, então resolvi encarar, e não, definitivamente, não lembra o Pato Fu. É dicididamente muito superior. A Banda "Camera Obscura" é uma banda rotulada de Indie pop (quando a banda não tem rótulo eles rotulam de "indie"), mas é diferente de tudo que você já viu.

Com cançoes belíssimas, ótimos arranjos que misturam teclados com cordas, violinos e afins, são canções que fazem você se apaixonar. Sabe aquela música que você ouve e pensa que retornou ao passado, aos bons momentos, e aí tem vontade de rir, chorar, correr e, simplesmente, viver? É assim, totalmente, que me senti com eles.

Resolvi baixar o último disco deles, "My Maudlin Career" e simplesmente tive uma overdose de sentimentos bons como felicidade, tranquilidade e amor. Coisa de baitola, sei, (não, não votei a ser um homem sensível), mas é dificil não se empolgar com a doce voz da vocalista Tracyanne Campbell. Tentei descobrir porque a banda é britanica e o título é português, mas não encontrei. Sei apenas que eles estão juntos desde 1996, formados na cidade de Glasgow, capital da Escócia, e fazem muito sucesso no circuito alternativo. Inclusive, estão no Brasil, mas farão shows somente em São Paulo e Recife.

Órfão de uma boa música, aqui vai minha dica para começar bem a semana. CAMERA OBSCURA. Para você não dizer que estou exagerando, segue abaixo dois videos das canções que mais me conquistaram.







terça-feira, 11 de maio de 2010

LOST 6.13 - THE LAST RECRUIT





LOST está chegando em seus momentos finais e ainda assim estou tentando resistir a idéia de que a série vai acabar. Neste episódio, tivemos um revival da segunda temporara, quando os nossos "heróis" se encontravam como o "Outros" pela primeira vez. A cena tensa de Jack e Locke foi bem feita. É bom perceber que as coisas finalmente se encaminham para algum lugar em ambas as realidades. Mas é mais melhor de bom ainda não fazer ideia do que vai acontecer a seguir…

Como em toda temporada, temos um episódio em que todo mundo se reencontra e as cenas que a gente esperava ver há tempos (nesse caso, Jack se encontrando com Evil Locke e Claire e Sun com Jin) finalmente acontecem. E “The Last Recruit” foi assim, talvez por isso tenha sido tão bom, lembrou muito aqueles episódios das primeiras temporadas.

Enfim, como em todo episódio, uma frase de impacto, nessa o MIB responde para Jack, quando questionado porque escolheu Locke como hospedeiro: "John Locke não era um crente, Jack... ele era um tolo". Putz, mais chocante que isso, só uma dos segredos da série ser explicado de forma tosca: as aparições do pai de Jack, era mesmo o MIB. Sabe quando um segredo é tão óbvio, mas você esperava algo melhor? Mas vamos lá!

O mais legal nesse episódio foram as cenas da realidade alternativa. Tudo está sendo muito bem-amarrado, de uma forma tão brilhante que chega a ser meio bizarro pensar que há 03 episódios atrás eles pareciam completamente inúteis. Só uma decepção: pow, não tinha nenhuma intenção bombástica, parece que Desmond ter atropelado Locke era só para ele ir para o hospital de Jack, mas para compensar, temos Sun em pânico ao ver o careca (será que ela lembrou do Evil Locke?), Kate sendo pega por Sawyer, que também prende Sayid (caramba…) e por fim, Desmond fazendo Claire conhecer Jack, com a ajuda de sua advogada… Illana!! Adorei o jeito que estão dando para ligar todos os personagens. Ótimas sacadas, com algumas exceções forçadas, tudo bem, mas todas as cenas, não dá para resistir o sorriso e um "Legal, gostei".

Na ilha, Desmond nem apareceu muito. Sobreviveu a queda no poço, é óbvio e pelo que ficou subentendido, “converteu” Sayid. Inclusive, para nós Nerds, isso foi motivo de uma das frases mais geeks do episódio (Hurley, sempre ele) quando diz: "Dá pra trazer as pessoas de volta do lado negro. Tipo o Anakin Skywalker…". Ri demais!!

A cientista perdida de Charles Windmore (Uma amiga do LOST BRASIL a chama de Tina Fey Cover kkkk) foi lá, peitou Evil Locke, que não ficou nada feliz e enquanto isso, os sobreviventes mandaram essa guerra mística pra merda e fogem no barco. Achei só muito fácil que Claire tenha ido pro lado “do bem” fácil demais depois de um chororô da Kate. Acho que na primeira brecha ela esgana a Kate (algo que muitos fãs do Sawyer iriam vibrar). Então, a Tina Fey Cover simplesmente resolvem explodir a ilha principal, com Jack e Evil Locke, que ficaram por lá.

Achei curioso o fato de Locker dizer que Jack está seguro com ele, ao mesmo tempo que na realidade paralela ocorre o contrário, Jack dizendo para Locker que só ele pode curá-lo. Na verdade tenho esperanças de que no fim, Jack não seja esse tolo todo que se tornou, ele vai ressurgir como o grande lider e a peça principal de tudo. Mas aparentemente Evil Locke consegue o que quer.

Muitos no LOST BRASIL não gostaram do episódio, acharam-no sensacionalista, muito brega o reencontro entre Jin e Sun (de boa, perceberam que eles nem fedem nem cheiram nessa temporada?) e totalmente sem sentido a cena do barco, aonde depois do blá blá blá de Jack sobre o fato deles terem ido com um objetvi, Sawyer mandar ele se jogar no mar. Ah, fála sério, é um daqueles episódios para enaltecer a testosterona de Sawyer e ajudar a transformar o personagem de Jack em mais tosco ainda? Espero mesmo que isso seja apenas um mote para que depois Jack se transforme no personagem mais importante de LOST.

Enfim, esse foi o 13º episódio... lembrem-se, faltam só 4.

LOST 6.12 - EVERYBODY LOVES HUGO





Hugo Hurley sempre foi um dos personagens mais carismáticos da série, é aquele aonde você pode nunca amá-lo totalmente, mas tambem jamais será odiado. Hurley sempre foi o mais divertido, o mais legal, amigo de todo mundo e até nas cenas aonde ele precisava se impor, fez isso de uma forma que não extraiu a antipatia dos seus fãs. Na minha opinião faltou um pouco mais de atenção dos roteiristas para o nosso gordinho querido, acho que seus dons poderiam ser melhores aproveitados e história do seu azar, foi muito mal encaixada na história. Talvez por isso esse episódio tenha sido a rendenção de Hurley, naquele que parece que finalmente vai catapultar a série para aquilo que esperávamos desde o inicio, e saber que Hurley faz parte das peças principais nos deixa alegre. Na verdada, a série que será de 18 episódios, tinha chegado na metade e ainda não tinha dado aquela emoção que os fãs esperavam de uma última temporada. E pelo "andar da carruagem", parece que realmente LOST vai acabar e muitos dos seus segredos levantados não serão explicados, mas esperamos que a última temporada não seja uma total decepção.

De qualquer forma o episódio anterior, sobre Desmond, já tinha deixado muitos fãs animados e por isso a expectativa era de que este episódio fosse melhor e entrasse naquela fase ao qual vibraríamos. Sim, isso aconteceu, mas por outro lado a ficha caiu, e LOST está acabando. Nossa, não acredito! Mas vamos lá: Ele agora é um líder, ele tem opinião própria e se aproveita da confusa relação entre os "líderes" Sawyer e Jack, para finalmente impor sua opinião. Pra começar a "chata" da Illana, (assim como aconteceu com outros personagens chatos como a Shannon e o Paulo) morreu; o pior é que deveria ser uma morte chocante, mas pareceu engraçada. Os roteiristas de LOST não perdoam mesmo. Mas legal foi ouvir o comentário de Ben "A ilha não precisava mais dela. Imagino o que acontecerá quando não precisar mais de nós."

Então, é aí que cansado de ficar seguindo as pessoas, Hurley se levanta como líder. Usa como argumento de que é o único que pode ver Jacob, e aproveitando da fragilidade confusa de Jack, explode com os restos do Black Rock, uma vez que não concorda com a idéia de explodir o avião - seu único modo de sair da ilha - só para que "Homem de Preto" não saia da ilha. Então vem a cena que muitos lostmaníacos vibraram: Hurley cala a boca de Jack, mostrando que ele não está ajudando coisa nenhuma. Sacanagem, apesar de gostar muito do Jack, a cena foi legal e merecida. Depois ele encontra Walt, que lhe dá alguns conselhos e de quebra, respondeu um dos segredos da ilha, os tais sussurros, que seriam "almas que não conseguiram seguir em frente e estão presos na ilha". Putz, já fomos informados e depois desmentidos, que eles estavam supostamente no inferno, mortos e agora... purgatório? Bem vamos lá, não gosto de fazer teorias.

Mas além do próprio Hurley, o que me deixou mais satisfeito com esse episódio foram mesmo os flashsideways, que finalmente estão seguindo uma história também e rumando para o “gran finale”. A aparição de Libby foi excelente e me deixou cheio de felicidade. Quando ela começou com o papo de que conhecia Hurley, me empolguei imediatamente. E achei muito bonita a cena do piquenique dos dois, finalmente fazendo o que nunca conseguiram fazer na ilha. E finalmente o nosso Brotha Desmond "acordando" da realidade alternativa. Desmond só melhora, com sua determinação na realidade paralela e coragem na ilha. Ele vai para um poço enorme e escuro – e fake – com o "Homem de Preto fantasiado de Locke"? Fala sério, é ruim que eu iria! Então acontece o óbvio: é jogado no fundo do poço, mas é mais óbvio ainda que ele não vai morrer, senão nem tem como a série continuar, mas a cena me fez pular na cadeira aqui. Sensacional ele encarando Evil Locke de cara limpa. Enquanto isso, na paralela, outra explosão de cabeça com Desmond atropelando Locke – o de verdade. Mas de boa, se essa cena serviu para acordar Desmond da realidade alternativa, achei tosco. Torço para que deva ter um significado maior nisso.

E por fim, um dos melhores finais de episódio, daqueles que você termina puto da vida, com cara de tosco, esperando ansiosamente o que vai acontecer depois. Para começar o encontro entre Jack - e Hurley, Sun e Lapidus - e Locke na ilha foi muito tenso. Muitos detestam Jack, e nesse episódio, coitado, ele foi reduzido a nada, mas para mim ele será sempre O líder e sua importância não pode ser desmerecida. E finalmente, a melhor de todas, na realidade alternativa Desmond no estacionamento da escola observando Locke. Gostei de ver o Ben, chato como sempre, questionando Desmond, mas achei sem sentido que ele não tenha reconhecido o maior líder dos "Outros". Quando você pensa que ele vai descer do carro para tentar conversar com Locke, o cara engatinha a marcha, acelera e passa por cima do cara. Noooooossa, vibrei. LOST voltou!!! A questão é: Desmond tentou matar Locke porque lembrou que Locke tentou matá-lo na ilha ou porque sabe que ele será "hospedeiro" de um homem do mal? Ou a idéia era despertar Locke? Enfim coisas que ficaram na ansiedade por uma semana até o próximo episódio.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

GAGUEIRA

A matéria sobre gagueira da Despertai! de Maio me trouxe a recordação de um irmão gago que passou na história de minha vida. Nossa, a gagueira deve ser uma coisa realmente complicada para quem tem. Lendo a matéria e assuntos relacionados, uma das maiores qualidades de quem é gago é a paciência, porque deve ser realmente muito estressante tentar dizer alguma coisa e não conseguir.

Quando adolescente, nas ruas de Cajazeiras em Salvador, fazia parte da congregação Cajueiro, em Fazenda Grande II, e lá tinha um irmão gago (Infelizmente esqueci o nome dele, droga!), muito querido por todos nós. Querido porque ele era o bom humor em pessoa, e durante muito tempo, foi uma das minhas referências para o que sou hoje. Ele era muito gago, e justamente por ser brincalhão, sua gagueira era mais acentuada.

Mas o mais engraçado mesmo é quando ele fazia discurso. Sim, ele era servo ministerial, e quando subia para fazer o discurso... ele não gaguejava! Serio! Ele fazia uma discurso perfeito, maestral, sem gaguejar uma vez sequer. Às vezes os outros irmãos gaguejavam mais que ele. Tanto que começamos a gozá-lo, dizendo que ele se fazia de gago para chamar a atenção, mas não era nada disso, era mais uma das loucuras causadas por nosso cérebro.

terça-feira, 4 de maio de 2010

CRÔNICAS DE UM EX-SENSÍVEL



“Você é um fofo, lindo, uma pessoa maravilhosa... mas eu só gosto de você como um irmão!”. Se você é uma das pessoas que costumam ouvir isso das mulheres o qual você é apaixonado, então lamente meu filho, você é um homem sensível. De nada adiantará chorar e implorar para ela não te deixe. E que coisa, não? Justo ela, uma mulher, que deveria ser sensível e delicada, acabou te chutando para bem longe? E nem atende mais os seus telefonemas, te ignora no Orkut e possivelmente finge que você não está on line no MSN. Aqui vai a opinião de uma pessoa que já cansou de passar por essa situação: DEIXA DE SER BESTA E PARE COM ESSA HISTÓRIA DE SER UM HOMEM SENSÍVEL.

Meu amigo, por mais sensível que seja, uma mulher dificilmente vai querer um homem que seja tão delicado e cheio de sentimentos quanto ela. Sim, claro que isso não é uma regra, afinal existe gosto para tudo e na Organização de Jeová, as irmãs são exortadas a seguir o padrão bíblico de amor, consideração, etc. Mas quem segue mesmo são as irmã que chegou na casa dos 30, porque as jovens, adolescentes, pensam exatamente da forma como as meninas da escola dela pensam. Apesar de todas elas reclamarem, mas, acredite, poucas conseguem aturar um cara que vive abrindo o bocão para choramingar.

E por mais que elas reclamem de nós, está para nascer uma mulher que goste de discutir a relação!! "Amor, vamos conversar?" Arre! Tem mulher que só falta pular pela janela na hora que o benzão resolve chamá-la para dizer, (pela milionésima vez) que ela não o valoriza, que ele não se sente amado... Argh!!

"Ah, mas eu sou um cara sensível, não tenho medo de demonstrar meus sentimentos.", diria você. Oras, deixa de baitolagem, meu chapa!!! Você não é sensível, é um chato!!! Putz! A menina não pode dar uma resposta mais ríspida, que você já arruma motivo para ficar tristinho: "Por que você me tratou dessa forma amor? Eu só queria ficar mais tempo com você, abraçadinho, só curtindo o aroma do seu shampoo de cupuaçu..." Oras, paciência tem limites! Tudo bem que goste dela, mas romantismo demais enjoa! Aliás, tudo que é demais enche! E pare de ficar dizendo o tempo todo que a ama, porque ela já sabe!

E naquelas horas de sair, para um cineminha ou simplesmente dar passeada, por acaso você sempre deixa que ela escolha os lugares, achando que assim estará agradando? Meu filho, esquece, a coisa tá feia pro seu lado...Cara, uma vez ou outra até vai, mas se ela perguntou para onde vai, é porque quer saber o que você reservou para ela, entende? Mulheres gostam de saber que seus homens escolheram um lugar legal para levá-las, porque isso faz com que se sintam valorizadas. Mulheres gostam de proteção e de homens decididos. Sem contar que um cara que nunca tem uma opinião, que nunca escolhe nada, que deixa tudo nas mãos da mulher é mais conhecido no meio como um “homem banana”. É um saco a mulher ficar ao lado de um homem em que "tudo está bom", que "tanto faz", "que o que você escolher está bom pra mim"! Oxente rapaz, cadê sua atitude de homem!!??

Entretanto, caro irmãozinho, veja bem: estou pedindo atitude de macho, não de machista! E atitude de homem é saber pegar sua garota de jeito, dar aquele olhar sedutor, aquela pegada com carinho mas com firmeza e um beijo que vai deixa-la perdidamente apaixonada. Saia do trivial, tenha um bom humor e algumas frases de efeito para dizer (sim, as mulheres amam homens com bom humor) e nunca dê a impressão de que está nervoso. Se não puder controlar o nervosismo, use isso como arma, brinque ou faça piadas de seu próprio nervosismo, mas lembre-se, tem que recuperar a confiança rápido. Deu pra entender?

Uma vez ou outra, tudo bem, você pode fazer aquela declaração de amor, contar uma poesia . Mas tem que ser de vez em quando, senão vira rotina, acaba perdendo a graça! Sem contar, repito, que ela já deve estar de saco cheio de ouvi-lo dizer que a ama! Existem outras formas mais criativas, e até inesquecíveis, de demonstrar isso. Não é porque você se sente o cara menos interessante do mundo que tem que pedir provas de amor para sua garota! Ah, não!!! Isso já é muita insegurança para sua garota agüentar! Sim, porque macho que é macho não fica pedindo o tempo todo "Diz que me ama!!" E quer mais baitolagem do que ficar numas de fazer chantagens emocionais, mostrar para ela estes seus olhinhos marejados, e chorar: "Às vezes eu acho que você merece alguém melhor que eu..." ? Bem, disso você tem toda razão... Mas, liga não, porque uma hora ela vai acabar percebendo e te dando aquele famoso pé na bunda do tipo que eu falei lá em cima no início desse texto.

Cuidado também de achar que toda letra de música é sinônimo de romantismo. Tem coisa pior que homem que fica pedindo perdão por amar? "Me perdoa por te amar tanto..." Argh!!! Dá até vontade de vomitar!

Deixa de torrar o saco da sua garota com estes papos de que ela não liga pra você, que não se sente amado, que queria tanto poder ficar mais tempo com ela. Chega de tanta babação! Putz, isso é sufocante demais, sabia? Nem a mulher mais romântica do mundo ia agüentar isso. Então, deixa a mulher respirar um pouco. Sei lá, libera a garota para sair com as amigas e vai se divertir um pouco com seus amigos. Bem, isso se ainda tiver algum amigo, porque a tendência do idiota é deixar os amigos de lado, e a menina, coitada, ainda leva a culpa de ter sido a causa. Tudo bem que ache que ela é a mulher de sua vida, mas nem por isso tem que viver colado nela.

"Ah, mas eu acho que quando se ama de verdade a gente quer mais é passar o tempo todo com a mulher amada." Caramba, mas a mulher nem pode nem respirar sozinha em paz?! Desse jeito na primeira briga vocês vão pedir arrego. “O que aconteceu, amor? Você nunca bateu o telefone na minha cara. Você quer discutir a relação?(pronto, pediu para morrer)... Fala pra mim: eu fiz alguma coisa de errado? Foi algo que eu deixei de fazer? Fala para mim, pode dizer o que está sentindo?” Aí ela te dá um grito, e pronto...Lá vai você embora, com o rabo no meio das pernas, com o coração partido, porque se ela te amasse, jamais gritaria daquele jeito... vira hômi rapaz.

Vão por mim, passei parte da minha vida sendo homem sensível e ser um homem sensível, romântico, contador de poesias, definitivamente, não dá certo. Sei que várias irmãos irão detestar o que escrevi hoje, mas no fundo, no fundo, elas sabem que é verdade. Infelizmente é assim. Quer conquistar aquela irmãzinha dos seus sonhos? Então, mais uma vez, seja homem rapaz!



.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

EU TENTEI SER HUMILDE...


...mas meu time não deixa.

VITÓRIA TETRACAMPEÃO BAIANO
2007 - 2008 - 2009 - 2010

O maior campeão da Década!




domingo, 2 de maio de 2010

AMOR É UM JOGO PERDIDO

Pessoal, esses dias tem sido turbulentos, além de nossas atividades diárias, seculares, estou num estudo intenso para o concurso da CAIXA. Por isso estou sem muito tempo para criar novas crônicas e posts novos.

Mas para não dizer que isso aqui está abandonado, vai a tradução de uma das minhas canções preferidas. "Love is losing game" da louca, mas talentosa Amy Winehouse.





Pra você eu fui um caso
O amor é um jogo perdido
Cinco andares se incendiaram quando você me amou
O amor é um jogo perdido

Como eu queria nunca ter jogado
Oh, que estrago nós fizemos
E agora o lance final
O amor é um jogo perdido.

Declarado... intenso
Até o encanto se quebrar
... e notar que você é um jogador
O amor é uma aposta perdida

Apesar de estar bastante cega
O amor é um resignado destino
Lembranças denigrem minha mente
O amor é um resignado destino

Acima de inutéis expectativas
ridicularizado pelos deuses
e agora o lance final
O amor é definitivamente um jogo de perdido