sexta-feira, 22 de abril de 2011

PERSEGUIÇÃO NA BULGÁRIA

"E vós sereis pessoas odiadas por todos,
por causa do meu nome" - Mat. 10:22



PS: As cenas são fortes, contém agressões físicas covardes contra nossos irmãos.





Burgas, Bulgária-On domingo 17 de abril de 2011, às 07:30, as Testemunhas de Jeová na cidade de Burgas estavam pacificamente reunidos no seu Salão do Reino para a comemoração anual da morte de Jesus Cristo. Cerca de 20 minutos antes do programa estava para começar, uma turba enfurecida de cerca de 60 homens, alguns agitando bandeiras do VMRO partido político, se reuniram em frente ao Salão do Reino. A multidão atirou pedras grandes na Testemunhas que estavam na entrada do edifício. Depois disso, a multidão invadiu a porta.

As Testemunhas chamaram a polícia imediatamente, mas eles demoraram para responder. No momento do ataque, mais de 100 pessoas estavam dentro do salão, incluindo mulheres, crianças e idosos. Lesões resultantes do ataque, e cinco vítimas foram levadas para o hospital por uma ambulância com ferimentos graves, incluindo abalos.

Representantes dos partidos políticos VMRO ter perturbado a paz reuniões das Testemunhas de Jeová em várias ocasiões no passado e tem repetidamente usado a mídia para divulgar mentiras difamatórias sobre as Testemunhas de Jeová. queixas-crime contra este partido político, tendo sido apresentado em numerosas ocasiões, mas os ataques continuaram. Agora, a comunidade internacional está esperando para ver como as autoridades do governo búlgaro vai reagir a estes atos ilegais e criminosas.

Na Bulgária no ano passado participaram cerca de 4.000 comemoração das Testemunhas anual da morte de Cristo. Em todo o mundo existem mais de 7,5 milhão de Testemunhas de Jeová que pacificamente se reunir para o culto.

Fonte: http://jw-media.org/bgr/20110421.htm

MAGIC KIDS: DE VOLTA AOS ANOS 60

U2 virou um pé no saco, Ozzy Osbourne canta como se estivesse de saco cheio da vida e aonde até o Restart se considera roqueiros, ainda existe esperança no rock. Esta semana "conheci" duas bandas muito legais que merecem ser ouvidas por quem gosta de som de qualidade, e com um pouco de criatividade. Uma é o Elvyn, mas falarei deles mais tarde, quero destacar agora a The Magic Kids.










http://www.myspace.com/themagickids



O "Magic Kids" surpreende pela sonoridade inspirada nas surfin bands da década de 60, sobretudo dos Beach Boys. O sexteto formado por 5 rapazes e uma garota - responsável pelos refrões adocicados - que apesar de terem surgidos na cidade americana de Memphis, no Tennesee, mostram que tem um gosto especial pelo som das praias californianas sessentista. O álbum deles foi lançado ano passado, mas ao contrário do esperado, acabou fazendo mais sucesso na Inglaterra aonde foram abraçados por toda a mídia musical.

O álbum possui 11 canções, todas bem parecidas com o que Beach Boys cantava, mas com alguns arranjos mais criativos graças as novas tecnologias e instrumentos modernos como teclados, acordeons e até um violino.O carro chefe do álbum é "Hey Boy" que estourou nas rádios britânicas que é a que mais possui tons melódicos e refrões típicas das canções do final dos anos 60. Quem abre o álbum é "The Phone" super exuberante e que tenta transmitir aquela algria ingenua dos surfistas daquela época. "Superball", a música de trabalho que ganhou um videoclipe bem simples transmite aquele espírito nerd, mas a minha preferida é "Summer" que possui um ritimo bem tropical se permitindo até colocar um pouco de bossa nova e samba entre seus arranjos.

O The Magic Kids é aquela banda que você deve ouvir no seu MP3 Player ou no IPod, se deitar em algum lugar e se apaixonar voltando no tempo da inocencia musical, aonde as pessoas tocavam por amor ao som, e não apenas para aparecer no showbizz.


sábado, 16 de abril de 2011

WHAT´S UP?

Olá pessoal, ando escrevendo pouco hein? Decidi vir aqui depois que li uma frase sensacional. "Seja luz, se não tiver o que falar, escreva..." Minha cara! É incrível como não tenho a capacidade alguma de falar coisas que eu gostaria de dizer. Mas sei transcrever as coisas que sinto. É quase impossível eu dizer "eu te amo", mas é incrível como consigo dizê-las em várias línguas, interpretações, variantes e convexos numa folha de papel ou no meu Word. Como dizia Lulu Santos, "pode ser até fraqueza, pois que seja fraqueza então. O que ganho e o que perco ninguém precisa saber". Só o meu diário!

Meus dias de desassociado tem sido solitários. Nossa, isso é pleonasmo? Hoje dois amigos desassociados que me convidaram para assistir a assembléia de circuito deles. Até pensei em ir, mas por favor, se um desassociado já é uma decadência, imagina três juntos? Melhor ficar em casa no meu computador, futricando a vida dos outros. Estamos em abril, significa que faço seis meses nesta condição. Estou pensando em enviar minha primeira carta agora em maio. Será que dá? Num sei... mas de qualquer forma, estou esperando os 12 meses padrão. O que vier antes, é lucro.

Descobri que existem dois tipos de homem: o cafageste que vive de pegar todas as mulheres; e o romântico que vive de viver em prol de apenas uma mulher. Escolhi o tipo errado. Lamentável, os cafagestes vivem mais felizes.

Gostaria de registrar que fui a show do Iron Maiden. O melhor show de toda minha vida, afinal, foram 25 anos de espera. Podem dizer o que quiser, afinal, estou desassociado mesmo. Mas acredite, Iron é Iron, e conheço até anciãos que dariam de tudo para assistir a maior banda de Heavy Metal de todos os tempos. O ruim foi ir assistir sozinho, embora em todos os shows de rock você acaba fazendo amizades.

Amanhã é dia de Comemoração da Morte de Cristo. É a primeira comemoração que não estarei fazendo alguma coisa. Não estarei como indicador, nem passando o pão ou o vinho, nem sequer cuidando do estacionamento. É estranho, mas acho que pela primeira vez estarei assistindo a comemoração de verdade. Que Jeová me abençõe.

Estou aqui baixando as musicas do The Magic Kids. Fantástico! Quando puder ouçam, é uma espécie de Indie Rock com músicas que possuem melodias fantásticas. Lembra, de longe, o The Beach Boys. Claro, que bem de longe, afinal, ninguém chegará aos pés deles, mas é um som legal demais.

Não tenho muito o que dizer... passei só para dizer que este Albergue não está morto. Bom final de semana a todos.