quinta-feira, 24 de novembro de 2011

1 ANO DESASSOCIADO!

Ando sumido né? Alguém mencionou abaixo algo como "tempo de ficar quieto". Digamos que é um pouco disso. Os anciãos de minha "nova" congregação me chamaram para conversar comigo, saber como estou, de onde sou, de onde vim, e conversa vai, conversa vem, não é que citaram o meu blog? Nem eu sabia que era tão famoso assim.

Enfim, os velhos conselhos de sempre: assista reuniões regularmente, faça a leitura da Bíblia, o estudo pessoal e no tempo certo, as coisas acontecerão exatamente como Jeová determinar. Quando será o tempo certo? Hoje, exatamente às 23:35, estarei completando um ano de desassociado. Foi o tempo mínimo que estabeleci para mim que deveria ficar afastado.

Agora é o momento de retornar. Mas sei que muitas coisas ainda serão complicadas. Meu processo de desassociação não foi tranquilo. Acusei, fui acusado, briguei, discuti, ou seja, nada que não possa levar a alguns anciãos encarar as coisas de modo pessoal.

Mas como costumo dizer, quem manda na congregação é Jesus Cristo!

Não quero falar, digo, escrever muito. Seguindo conselhos, se é que me entendem. Mas admito que a mão coça um pouco Por hoje é só, mas volto pontualmente a qualquer momento.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

JAH... RASTAFARI... REGGAE!

Estava eu com um grupo de irmãos numa festa e logo chega um carro tocando "Jerusalem" de Alpha Blondy. Em determinado momento alguém solta uma pérola:

- O bom do reggae é que ele fala em Jeová. Jah Jeová!

Em tempos de Google e Wikipédia, as pessoas se dão o luxo de serem desinformadas? O "Jah" deles nada tem a ver com nosso Deus Jeová. Pelo menos, não do mesmo jeito.

Na visão do Rastafari - religião jamaicana criada nos anos 30 por trabalhadores - Deus (Jah) reencarnou na terra na pessoa de Hailê Selassiê I, imperador da Etiópia, seguindo uma interpretação absurda das Escrituras Hebraicas, no que se refere aos descendentes de Cuz, filho "negro" de Noé. Cuz deu origem aos cananaeus, que habitaram o sul da Europa e ajudaram a formar as nações africanas.

Desta forma, quando Bob Marley - e todas as outras bandas de reggae - falam de Jah, está se referindo a este "deus" que um dia tornaria os negros uma nação forte.

Definitivamente nada tem haver com nosso Deus amoroso e poderoso que um dia "se elevará acima dos morros, e a ele terão de fluir todas as nações". (Isa 2:2-4).



Publicado em 26 de junho de 2008.