sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O QUE É APOSTASIA?


Sodoma era uma cidade imunda espiritualmente. A adoração de Jeová estava longe de acontecer e práticas sexuais repugnantes, bem como idolatria, havia chegado aos céus. Jeová decidiu sumariamente destruí-la! Quem seria louco a ponto de questionar a decisão de nosso grandioso Deus Todo Poderoso ao ponto de chegar a chamá-lo de injusto?

Abraão fez isso! Genesis 18:16-33 relata o momento em que Abraão questiona a Jeová "É inconcebível a teu respeito que atues desta maneira para entregar à morte o justo junto com o iníquo, de modo que se dê com o justo o que se dá com o iníquo! [...] Não fará o Juiz de toda a terra o que é direito?" Abraão duvida de que realmente não haja nenhuma pessoa justa em Sodoma, e Jeová pacientemente ouve seus questionamentos, vez após vez, até prová-lo de que ele não é um Deus injusto e que realmente todos ali mereciam a destruição!

Abraão questionou a Jeová por 6 vezes.
Estava ele tendo uma dúvida sincera ou desenvolvendo um coração apóstata?

Esse é apenas um de vários relatos de servos de Jeová que em dúvida, questionam determinada decisão. Jonas "questionou" a Jeová e fugiu de sua missão em Nínive. Quem não lembrará das várias passagens em que o apóstolo Pedro questionava decisões de Jesus e era prontamente orientado, às vezes de modo brando, outras nem tanto?  (Mateus 19:27-29; 16:22, 23). Todas as vezes que leio esses relatos bíblicos, só uma coisa me vem à mente. Qual o limite entre questionamentos sinceros e apostasia? Parece que para muitos irmãos é uma linha bem tênue... e na dúvida, chamam de apostasia. 

Segundo o Livro dos Anciãos, na página 94, Apostasia é afastamento, deserção,defecção, rebelião, abandono; envolve o ensino de falsas doutrinas, o apoio ou a promoção de religião falsa e de seus feriados ou atividades ecumênicas. Até aqui as coisas são claras, e por exemplo, pelo que eu me lembro, não cometi nenhum dos pecados acima. Inclusive no parágrafo seguinte continua: Deve-se ajudar os que tem dúvidas sinceras, tratando-os com misericórdia. (Judas 22,23, w83 1/3 pp.20-1; w81 1/2 pp.21-2).

É aqui que vou me apegar. Quando comecei a estudar a Bíblia, sempre fui bem orientado pelo meu então instrutor, atualmente servindo como ancião coordenador de uma congregação, a estudar cabalmente. Quando você estuda, você se apega a muitas informações, e é comum ter dúvidas quanto a algumas delas.  Desta forma, conforme são orientados, devemos ter nossas dúvidas sanadas misericordiamente. Durante os meus 15 anos de serviço ativo, inclusive como Servo Ministerial por duas vezes, sempre recorri a Betel em busca de orientações sobre o qual não entendia ou não concordava. Será que não continuaria a fazê-las, mesmo desassociado?  Desta forma, para os incautos que vivem eternamente como criancinhas bebendo leite e não buscando entender a "palavra da Justiça", talvez todo questionamento que faço aqui, como dúvidas sinceras, possam parecer apostasia. Mas acreditem, não é! Quando voltar estarei fazendo as minhas pesquisas bíblicas de sempre, e se Jeová permitir, continuarei questionando minhas dúvidas à Betel, que amorosamente continuarão me respondendo como fazem pacientemente desde que me tornei Testemunha de Jeová em 11 de novembro de 1989.

Se se incomoda, não precisa vir aqui, só tem desassociados que amam a Jeová!



PS: Às vezes fico triste quando um irmão me chama de apóstata; 
mas fico feliz quando os apóstatas citam meu blog em seus fóruns imbecis e me chamam de idiota!