segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

ONDE ENCONTRAR UM SALÃO DO REINO?


Está desassociado. Cidade nova, bairro diferente? Não tem parentes Testemunha de Jeová? Não sabe como encontrar um Salão do Reino mais próximo para voltar a se reunir?

Seus problemas acabaram!

Clique aqui e encontre um Salão do Reino mais próximo de sua residência!








terça-feira, 14 de janeiro de 2014

CRISE DE CONSCIÊNCIA?





Apesar da escrita ruim e arrastada, aliada a minha falta de interesse e preguiça mental, consegui ler grande parte do livro "Crise de Consciência" de Raymond Franz. Para o desavisado - afinal ele é considerado um popstar entre apóstatas e membros de outras religiões mas um total esquecido entre os verdadeiros cristãos - este senhor nada mais é do que um ex-membro do Corpo Governante, que após ter sido desassociado por frequentemente insistir em propagar suas teses pessoais sobre a forma como a Organização deveria ser organizada (sic), decidiu escrever um livro contando sobre os bastidores do Corpo Governante, e como único de sua espécie, virou celebridade gospel.

Lutero moderno?

Fazendo um resumo geral sobre o livro "Crise de Consciência" é óbvio que Raymond Franz apresenta alguns dados conhecidos - afinal ele foi ancião das Testemunha de Jeová e membro do corpo que governa a religião - alguns argumentos fundamentados, mas que se confunde por não seguir uma regra básica ao se estabelecer teses: não finaliza com conclusões procedentes ou não estabelece alternativas viáveis. Deste modo cai por terra a primeira comparação com Lutero, que seus fãs costumam fazer, dizendo que Ray não tinha interesse de atacar as Testemunhas de Jeová, mas apenas pregar na porta de Betel suas "95 teses". Ele não apresenta soluções.

Eu, por exemplo, fui líder espiritual da Igreja Renascer em Cristo,fui um dos pioneiros na igreja quando ainda funcionava num antigo bar em Costa Azul, em Salvador. Fui líder do Projeto Amar, quando mudamos para Pituba, e junto com outro amigo, cheguei a montar e manter uma espécie de célula no bairro de Canabrava. Fiz parte de várias reuniões "secretas" e ajudei a promover vários procedimentos que hoje não concordo, e algumas, acho que são até absurdas. Mas passou! Se alguém me perguntar porque saí da Renascer e depois me tornei Testemunha de Jeová, tenho o maior prazer em explicar, mas daí escrever um livro expondo todas as maracutaias e profetadas que vi a família Hernandes & Cia cometer, ficaria parecendo uma espécie de vingança pessoal de alguém que saiu magoado. Eu não saí magoado da Renascer e por isso não tenho menor interesse em expor seus erros. Inclusive, tenho boas lembranças de grandes amizades que fiz e continuam até hoje. Imagine a cena: eu poderia dizer que vi o Apóstolo Hernandes entrando na tesouraria e colocando no bolso dinheiro das ofertas. Quem poderia acreditar em mim? Qual prova eu teria pra mostrar? A minha palavra? Ninguém acreditaria! 

Da mesma forma, Raymond Franz explica uma série de procedimentos questionáveis que eram feitos no Corpo Governante, como estabelecer escolhas quase na base do "uni, duni, tê...", que muitos apóstatas e religiosos vibram como se fossem verdades comprovadas. Mas ele não comprovou nenhuma. É a palavra de Franz.  Temos apenas suas palavras imparciais e sem nenhum ressentimento, contra o de onze homens idôneos. Num tribunal, ele perderia de goleada. 

Toda generalização é burra!

Eu tenho minhas convicções. Algumas fundamentadas - na minha opinião, vale frisar - outras advindas de frustrações, e algumas de ressentimentos pessoais. Admito. Contudo seria de extrema irresponsabilidade tendenciosa afirmar que a visão, não vou nem dizer dos mais de 7 milhões de Testemunhas, mas daqueles que faziam parte da minha congregação, sejam negativa semelhantes à visão fraca que eu tinha. 

Raymond Franz, admite em vários momentos que havia parado de estudar a Bíblia, que sua obsessão pela Organização chegou a ser maior do que a sua dedicação à Deus. Contudo ele atribui  frustrações projetando suas falhas entre milhões de Testemunhas de Jeová com mentalidade e personalidades diferentes dele, inclusive, dos demais integrantes do corpo governante. Qualquer psicólogo de quinta pode perceber que Raymond Franz passou a idolatrar a Organização que representava. E quando ao chegar ao poder, os demais membros passaram a ter uma visão diferente da dele, entrou em colapso. Isso explica porque ele fala de certa forma, de modo carinhoso da Organização Testemunha de Jeová e atira nas pessoas que em sua opinião desvirtuou do verdadeiro caminho que "ele" achava que deveria seguir. Raymond fala como alguém que foi traído, apunhalado pelas costas, esquecendo que a Organização de Jeová não pertence a homens, nem aos doze que fazem parte do Corpo Governante. 

A Organização de Jeová pertence apenas a Jeová!!

Celebrando o relativismo.

Talvez a maior incoerência do livro de Franz seja a visão que ele tem sobre organização, seja ela qual for. Quando eu afirmei no meu primeiro texto que ele queria formar uma nova religião, alguém me chamou de ignorante (com razão, afinal não tinha lido o livro) porque em vários momentos, seja com o objetivo de evitar ser acusado de apóstata, ou simplesmente porque ele realmente acreditava nisto, Raymond diz que não tinha nenhuma intenção de criar uma "nova organização religiosa". Seus fãs vão ao delírio com essa afirmação. Isso é uma prova de Raymond é puro; ele não é um magoadozinho tentando montar sua igreja, ele apenas está com crise de consciência e quer expor aquela que seria a organização mais hipócrita e satânica do mundo!!!

Raymond Franz se esquece contudo, de além de apontar supostos erros e dizer coisas que não se deveria fazer, de apresentar o mais importante: solução.  Na verdade ele até apresenta:  a anarquia religiosa!  Fechar as portas das igrejas, de todas as organizações bíblicas, nos limitar a uma áurea de espiritualidade. Não deve haver líderes, nem anciãos, pastores ou coordenadores. Não deve existir nem igrejas. Todos são livres para adorar a Deus da forma que achar melhor. Uma espécie de woodstock cristão.

Curiosamente sua teoria é absurda até mesmo para os membros de outras religiões que veem em seus textos a luz para falar mal das Testemunhas de Jeová. Será que eles estariam dispostos a seguir o conselho de Raymond Franz e sair de suas igrejas e recusar a ingerência de seus pastores? Acho que não! Bem, de uma coisa Franz pode se orgulhar. O imenso mar de igrejas evangélicas existentes no mundo se tornaram parte de seu sonho: as leis de Cristo levadas ao máximo ao relativismo religioso. Os Neo-Pentencostais que o digam. 

Vivemos num tempo em que cada vez mais as religiões pregam a liberdade cristã, em vez da responsabilidade cristã! A religião, conforme previsto pelos pais do socialismo, se tornou o ópio do mundo sendo o responsável direto de guerras, mortes e discriminações. Mas o problema não é porque elas existem; o problema é porque elas se afastaram das leis de Deus e dos princípios estabelecidos por Jesus. Se Raymond Franz ao invés de querer estabelecer sua própria verdade, se apegasse aos ensinamentos da Bíblia, se lembraria disso.

Os fãs de Raymond Franz - desculpem a rima - se esquecem que ao falar mal das Testemunhas de Jeová, na verdade ele critica toda a forma de religião existente. Seu maior erro é fazer críticas, mas não apontar soluções convincentes. Se ele quisesse montar uma espécie de Testemunha de Jeová Renovada, poderia até ser justificável. Mas ele queria estabelecer uma visão utópica anti-bíblica, uma visão apóstata do que Jeová estabeleceu. 

Mea Culpa

Numa coisa tenho que admitir que foi benéfica a leitura de "Crise...". Me vi no espelho algumas vezes. Raymond fez uma compilação de coisas que ele ficou ferido por ser constantemente confrontado. Ele fica remoendo erros de ex-companheiros e supostas negligências de irmãos, que todas as Testemunhas de Jeová aprendem desde o primeiro capítulo de Conhecimento: somos todos imperfeitos. Mas Raymond Franz esquece disso e ataca impiedosamente a todos como alguém ferido por ter sido tirado o doce de sua boca. 

Raymond Franz se tornou um dos doze homens mais importantes das Testemunhas de Jeová. Poderia, e teve, o poder de utilizar isso para o bem dos outros. De ser ele mesmo uma influência positiva através de um bom exemplo e ensino. Olha só, ficou a cargo dele a responsabilidade de editar a maior obra literária das Testemunhas de Jeová, o livro Ajuda ao ensino da Bíblia. Ele teve a oportunidade de ser moldado pelo espírito santo de Jeová para produzir o livro que seria o princípio básico de toda Organização. Não quero julgá-lo, mas dá a impressão que assim como Judas Iscariotes, rei Salomão ou o próprio Satanás, ele permitiu que o orgulho e a soberba o dominasse. Deixou de ser um modelo, e acreditou ser um juiz, lugar que Jeová deu somente a seu filho Jesus Cristo.

A atitude negativista dele me fez ver o que eu estava me tornando. "Crise de Consciência" selecionou e interpretou informações de modo a estabelecer uma visão fortemente negativa das Testemunhas de Jeová. Admito que sou crítico, especialmente naquilo que eu considero uma supervalorização do processo de desassociação, mas ao invés de criticar por criticar, eu apenas quero mudanças naquilo que entendo que está errado, e acredite, tenho soluções. Mas continuo confiando nesta Organização e espero que assim como ocorreu com as centenas de princípios que foram realinhados nos últimos anos, um dia as regras humanas estabelecidas para a desassociação sofrerá mudanças. Mas se um dia não sofrer, isso é apenas uma gota no balde de uma imensa fonte de verdades e evidências de que as Testemunhas de Jeová, em relação a qualquer outra religião, são as únicas que realmente acreditam e se esforçam em fazer a vontade de Deus sem almejar benefícios materiais. 


Raymond Franz, você morreu e não foi pro céu!

O nível de ignorância dos fãs de Raymond Franz é tão grande, que eles não se dão ao menos o luxo de pesquisar sobre a religião que tanto seu ídolo criticou.  Entre a maioria das manifestações negativas do meu primeiro texto criticava o título que eu dei.  

Néscios! Não perceberam que utilizei uma analogia irônica a uma das principais crenças das Testemunhas de Jeová; a de que milhões que agora vivem, ou morreram, serão ressuscitados para viverem para sempre aqui na Terra. E que conforme o livro de Revelação apenas 144 mil ungidos irão ser ressuscitados para viverem no céu. Quando afirmo que Raymond Franz morreu e não foi para o céu, quero dizer apenas que ao apostatar, ele perdeu o favor de Jeová e o privilégio de estar entre estes.

Se ele será perdoado e terá o privilégio de estar entre os milhões de ressuscitados para viver na Terra, não cabe a mim julgar, mas unicamente ao nosso Senhor Jesus Cristo, o único, eu disse, o único juiz designado por Jeová!



segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

SALVO DA APOSTASIA

Fuçando alguns sites procurando assuntos bíblicos relacionados às Testemunhas de Jeová, encontrei o Tradução do Novo Mundo Defendida, TNMD que achei muito interessante, para quem quer expandir suas convicções. É uma página que reúne vários artigos de apologistas da adoração verdadeira e feita para rebater críticos das Testemunhas de Jeová. Taí, se quiserem visitar, clica no link e boa leitura.

Mas o que me chamou a atenção foi o comentário de alguém denominado Foxtruth que alegou que em algum momento de sua vida chegou a ser apóstata, mas que depois de algumas pesquisas aprofundadas, retornou à Organização de Jeová. Questionado o porquê e como ele decidiu voltar à Organização, postou o seguinte comentário que acho interessante compartilhar com vocês:


"Sou muito curioso e por isso pesquisei por muitos anos os assuntos ao qual os apostatas tanto defendem para denegrir a organização, por um tempo me afastei por não encontrar algumas respostas ,com relação somente a org. Li o livro do Franz e outros lixos de livros de outros ex irmãos. Resumindo vi e li tanta coisa que você se assustaria se eu pudesse te contar, mais saiba que sua grande maioria digo: grande esmagadoramente mesmo maioria é mentira. Mesmo longe da organizaçã, eu sempre tive a noção de que não existe outro livro sagrado a não ser a biblia. Que o ateismo que busquei por um tempo é um barco furado, as outras religiões são perda de tempo, porque não trazem soluções para nossos problemas reais nem para agora e nem para o futuro. Para você ter idéia do que estou falando até assuntos com alienígenas fui bisbilhotar. Muitos dos que se afastam de jeová e sua organização, só para você ter uma idéia hoje são ateus, macumbeiros (espiritas ) homoxessuais ( sem preconceito), pastores ladrões ( se eu te contar sobre a história de alguns ex tjs que hoje são pastores na cristandade e o que eles fazem ou já fizeram você não iria acreditar.) Estes videos no youtube com alguns ex tjs ( digo videos mais vistos ) ou forúns são só feito por esta laia. ( quando a sociedade desaconselha alguém a não dar atenção para esta raça maldita pode ter certeza que é Jeová com sua vasta visão que fornece o conselho.) 

Sabe o que mais me surpreende em ver vários se tornarem apostatas é observar que sua maioria foi expulso ( excomungando da religião verdadeira ) , e alguns que não foram são jovens sem experiência de vida. ( boa parte jovens que nasceram na org. ) quando fora da org. eu me perguntava, como esses que abandonaram a jeová conseguem agora seguir uma religião que ensina mentiras como inferno, trindade ,que a terra vai ser destruida ,que todos vão para o céu , alma imortal, só para citar algumas crenças que estes ex irmãos agora engolem guela abaixo só para ganhar dinheiro. 

 Muitos ex irmãos também procuram o ateismo como desculpa para praticarem todo tipo de imoralidade, com a idéia que se deus não existe pra que me preocupar, esta vida é tudo o que tenho. você não tem idéia do que alguns falam em forúns .( é como Jesus mesmo diz que a porca voltou a revouver-se no lamaçal , ou o cão a comer o próprio vomito, é horrivel ) enfim para não complicar de mais eu nunca sai da org. mesmo nela quando estudante eu já curiava nestes lixos. 

E depois de muita curiosidade me batizei servi a jeová com muito amor , me afastei e depois retornei. eu tirei uma lição muito importante de tudo isso, que posso afirmar com toda categoria, apostasia é um lixo, perda de tempo.( são mentiras misturadas e embaralhadas com meias verdades e só ,mais nada.) qualquer dúvida pode ser sanada por meio de pesquisas de orações sinceras a Jeová, lembrando sempre que é necessário ter paciência e ser humilde para esperar. Jeová respondera todas as dúvidas. Hoje sirvo a Jeová com muita alegria junto com minha esposa meu filho. Tiro de tudo isso como lição o que disse um superintendente: uma experiência dobrada tanto por ter estado lá como como por estar aqui servindo ao nosso Deus. Mais conhecimento mais entendimento. sinto que posso ajudar mais, ajudar irmãos que começam a dar passos em falsos, irmãos curiosos. resumindo é isso. Espero que tenha respondido sua pergunta com este resumo. um abraço."