quinta-feira, 6 de outubro de 2016

BARBA, CABELO E... TATUAGEM



Nos dias de Israel ter uma barba era sagrado ou separava homens de meninos; representava maturidade. (Levítico 19:27) Ter suas barbas cortadas era um sinal de humilhação (2 Samuel 10:4,5; Esdras 9:3). Curiosamente, raspar os cabelos e a barba era um costume egípcio. (Genesis 41:14) Jesus e seus apóstolo também usavam barbas, porque mesmo dois mil anos depois, ainda era um costume comum dos homens de respeito.


Dos dias de Israel até os dias de Jesus usar barba era sinal de maturidade e respeito.
Hoje em dia, por motivos não esclarecidos, as Testemunhas de Jeová proíbem.
 


Eu tenho 42 anos e acreditem, pela primeira vez na vida eu resolvi criar uma barba. É uma barba rala de quatro semanas, mesclada com cabelos grisalhos, mas ainda assim é uma barba. Não sei se estou feio, ou bonito - minha noiva disse que estou lindo - mas estou de barba. Durante muito tempo achei que ter uma barba era feio, iníquo, errado. Por que? Porque todas as Testemunhas de Jeová são proibidas de ter uma barba. Qual a justificativa? Não sei o que dizem hoje, mas no meu tempo a justificativa era pueril: barba representava sujeira, desleixo, etc... Essa justifica acabou virando uma regra, e durante muito tempo, muitos homens Testemunhas de Jeová chegavam a se sentir constrangidos se fossem vistos com barba por fazer. Assistir reuniões, fazer discursos ou desempenhar funções no Salão do Reino barbado, nem pensar. Era errado. É errado! 

As justificativas se rompem na própria Bíblia. Nos dias de Israel não bastava ter uma barba. Ela precisava ser bem cuidada. A importância da barba e de ela estar bem cuidada desempenhou um papel na atitude de Aquis, o rei de Gate, para com Davi, quando este disfarçou a sua sanidade por deixar a saliva escorrer sobre a barba. Isto serviu para ajudar a convencer o Rei Aquis que Davi era demente. (1Sa 21:13)

Mas hoje a barba ainda é proibida pelas Testemunhas de Jeová.

Porque estou falando da barba?

Vamos lá!

É engraçado que toda pessoa recém desassociada e que acaba me encontrando por causa desse blog, uma hora, acaba me fazendo a seguinte pergunta: "Sabe, estou triste, abalado, mas tipo, será que posso fazer uma tatuagem? É errado fazer uma tatuagem?"

E todas as vezes eu respondo sempre fazendo a alusão à barba. Se nos dias de Israel era permitido usar uma barba bem feita, e hoje é proibido, imagina a tatuagem que já era proibido nos dias de Israel? - Levítico 19:28

Entretanto a proibição a tatuagens estava bem aplicada como uma das mais de 600 leis dadas por Jeová à Israel, que foi, por assim dizer, desativada, com o novo pacto estabelecido por Cristo. Quando os cristãos hebreus, ainda apegados à Lei, questionaram várias situações, os apóstolos decidiram estabelecer como padrão às congregações poucas coisas, afirmando, que a Lei mosaica havia sido apagada.  (Leia Atos 15) Dessa forma, hoje não existe nenhuma proibição bíblica que proíba o cristão de fazer uma tatuagem. Mas ainda assim, as Testemunhas de Jeová proíbe o irmão de fazer uma tatuagem sob pena de desassociação. Muitas igrejas evangélicas tradicionais também.

Quando me perguntam, eu costumo dizer o seguinte:

"Não existe nada na Bíblia que proíba o cristão de fazer uma tatuagem. Mas a questão é: Porque você deseja fazer uma tatuagem? Ela é realmente importante pra você ou você deseja apenas 'fazer parte do mundo', da modinha, de se fazer tatuagens e ser descolado? Será que isso não o colocaria como alguém que apenas quer se adequar ao que o mundo de Satanás deseja que você faça? (João 17:16)

Além disso, pense bem, as Testemunhas de Jeová condena as tatuagens. Mesmo que isso fosse irrelevante do ponto de vista de Jeová, mas estaria você disposto a passar pela situação constrangedora de ser exposta como alguém que tem tatuagens numa recreação cristã, quando finalmente fosse readmitido? Se você realmente adora a Jeová e deseja fazer parte da Organização que leva Seu Nome, gostaria de se expor ao ponto de estar tatuada e criar uma situação constrangedora perante os irmãos?

Você realmente precisa de uma tatuagem? Por qual motivo? Ser descolado, moderninho ou porque precisa impor, ou realçar, que precisa de uma identidade que só uma tatuagem pode te dar?

Algumas pessoas tatuam frases religiosas. Pra que? Para mostrar a quem que você é religiosa? Será que Deus precisa de uma tatuagem pra saber que você O ama ou será que Ele exige mais ação e fé?


Por qual motivo você precisa fazer uma tatuagem? A resposta sobre isso pode determinar se você pode ou não fazer uma.


Eu durante muito tempo tive vontade de fazer uma tatuagem. Duas na verdade. No braço a transcrição das palavras de Jeová à Samuel, em 16:9, que mostra que ele ta pouco se lixando pra sua aparência, ou pra aquilo que voce demonstra ser, mas que o importante é o que ele encontra em seu coração. E outra do meu time de coração - Vitória - na perna.

Se tatuagem saísse com água e sabão, ou até mesmo um laser, eu faria. Mas como é algo que você leva para frente, ainda que desassociado, preferi não fazer. Não sei, minha consciência, lá no fundo não permitiu. Barba eu mantenho porque basta um barbeador. Mas tatuagem é outra coisa. 

Meu conselho sobre barba e tatuagem? Barba é mais fácil. Se for desassociado e tem curiosidade, cultive. Ter barba não te faz menos ou mais cristão.

Quanto a tatuagem, se você tem 99% de certeza e 1% de dúvida. Não faça. Tudo indica que você irá se arrepender depois.

71 comentários:

  1. Cara, você está maluco msm. Só porque vc está barbudo, quer manipular os visitantes deste blog para aceitar que a Bíblia não condena. Se você passar a ser sodomizado para se satisfazer sexualmente, vai usar os mesmos argumentos. Vá procurar ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, vou sentar aqui, esperando você provar que eu estou errado. ;)

      Excluir
    2. Pobre blogueiro:
      Não é a toa que chamaram seu espaço de excremento virtual! Te associam aos loucos, pois isso tem fundamento. Seus argumentos são tão rasos que uma criança consegue "nadar" sem medo de se afogar. Uma pessoa com a mínima noção da Bíblia não iria comparar a cultura daquela época com a vigente a qual os homens cultivavam a barba. Sorrateiramente você quer implantar ideias confusas para massagear o seu ego e aliviar sua frustração por ter sido excomungado. Se o sr foi expulso de uma organização religiosa é porque boa coisa não é. Agora ficar implicando com os dogmas da religião a qual o sr pertenceu não retrata a atitude de um homem de 42 anos.

      Excluir
    3. Rico anônimo:
      Tô cagando pro que chamaram meu blog. Não escrevo pra essas pessoas. As pessoas para o qual eu escrevo pensam diferente. Se meu argumento é raso, tenta combatê-lo. Me contra-argumenta com textos bíblicos e humildemente reconheço o erro. Me explica, por exemplo, como a barba se torna lícita para ilícita devido a cultura da época com a de hoje. Você acha que proibir usar barba é um dogma? E ainda que fosse, espera-se que tal proibição venha da Bíblia. Assim, mais uma vez, me confronte com o seu conhecimento bíblico? Estou curioso. Já que ama tanto vir ler o que eu escrevo.

      Excluir
  2. Já vi que vc necessita sempre de auto afirmação para justificar seus atos. Tanto faz se vc gosta de barba ou não, mas respeite a opção dos outros e/ou os paradigmas religiosos. O que é mais importante numa associação religiosa vc não presta atenção, mas fica implicando com bobagens que não farão qualquer diferença. Por isso que pegam no seu pé. Se vc resolver usar pijamas para sair vai implicar com as pessoas que não usam e até usará levianamente as Escrituras Sagradas para defender seu ponto de vista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me ama menos e basta não vir ler o que escrevo. Mas se vir, venha com argumentos embasados na Bíblia.

      Excluir
  3. ..."Porque todas as Testemunhas de Jeová são proibidas de ter uma barba...Era errado. É errado!"

    Cara, não sei de onde Vc tirou essa conclusão! Onde está escrito - nas publicações das TJs (p.f., não me venha com nenhuma fonte do século passado) - que é "proibido" ou "errado" o cristão ter barba?

    Hoje em dia o professor, médico, pedreiro, advogado, jornalista, açougueiro...usa barba e ninguém vê isso como demérito. Então, se um cristão decide deixar sua barba crescer e a mantém bem cuidada (limpa e aparada), com base em quê poderia ele ser desassociado?

    Entendo que Vc está muito equivocado ao usar as palavras "proibida" ou "errado" (a menos que Vc me cite a fonte ou um caso recente de alguém que foi desassociado pelo simples fato de manter uma barba modesta).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faca, eu não disse que estar barbudo levaria o cristão à desassociaçao. Mas de uma regra que impede o cristão de ter privilégios e normalmente ser mal visto.

      Excluir
    2. Rpz, Vc tem uma certa dificuldade em reconhecer os próprios "erros" ou "limitações".

      Qualquer um que ler esse seu texto, vai concluir que:
      1- Vc quis dizer que é "proibido" e "errado" um TJ ter barba - sob pena de repreensão e, em última instância, uma desassociação; ou
      2- Vc quis dizer que é desaconselhável o TJ ter barba, pois se formou ao longo dos anos uma "cultura" de que TJ não deve ter barba, sob pena de ser ficar 'impedido de ter privilégios e normalmente ser mal visto'?

      Responda com sinceridade...1 ou 2?

      Sejamos mais humildades, meu brother.

      Excluir
    3. O sr não passa de um velho mimado. Se vai colocar uma melancia na cabeça, o problema é todo seu, mas nos respeite. Se seguimos um padrão e o mesmo não prejudica ninguém, qual o porquê da sua implicância? Duvido que o sr iria contestar se uma das diretrizes da empresa exigisse que os homens fizessem a barba. Está vendo como o sr é hipócrita?

      Excluir
    4. Faca: Sim, a opção 2.

      Anônimo: Existe uma coisa chamada Bíblia, a Palavra de Deus. O que está na Bíblia, não questiono, o que não está, eu ponho em cheque. Jesus criticava os sacerdotes judaicos exatamente por impor regras adicionais que não estava prevista na Lei. (Compare com Mateus 23:4, 23,24) É impressão minha ou você está comparando a organização de Jeová com uma empresa? Acho que não. Jeová te abençoe.

      Excluir
  4. Pobre blogueiro:

    André, sinceramente, desista de ser blogueiro. Vc não tem o mínimo talento e muito menos carisma. Nunca vi um blogueiro tão "fraco".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Quando estou fraco, então é que sou poderoso" - 2 Cor. 12:10

      Excluir
  5. Não é proibido usar barba entre as TJ. Ninguém usa porque virou um costume, um hábito local do país. É fato que um irmão barbudo teria problemas em ser considerado um exemplo para os outros e dificilmente teria algum privilégio de serviço na Congregação. Da mesma forma que não tem regra sobre cumprimento das saias das irmãs, mas o bom senso diz qual deve ser esse cumprimento, a barba é questão de bom senso. Talvez se o irmão explicasse porque tem a barba, fosse bem cuidado, combinasse com roupa social, ele poderia sim ser considerado exemplo na Congregação pois eu conheço um irmão com grandes costeletas, tipo o Elvis, que tem privilégios na Congregação, acho isso estranho mas conheço.

    A um tempo atrás um irmão que foi pra Alemanha postou num grupo de watsap a foto de um ancião barbudo.

    Sobre tatuagem, a lei mosaica não é mais a regra, mas ela mostra como Jeová pensa sobre as coisas, por isso é bem provável que um irmão seja desassociado por desafiar a Deus num assunto como esse. Eu disse provável e não com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Mesmo que a barba seja bem feita, ele não pode fazer discursos ou trabalhar em privilégios no salão ou em assembléias se estiver com a barba por fazer. Manter uma barba nem pensar. É um costume que virou regra.

      Excluir
    2. Eu vo denfede Andre ele ñ ten obrigassaum de faser a braba o pastor comemto iso no otro dia que a biblia ñ proibri o uzo da braba mais o cristao ten que decha ben aparada andre eu entede o q vc dice e vc esprico, Rivaldo

      Excluir
    3. "Traduzindo" o que Rivaldo disse: Eu vou defender o André, pois ele não tem a obrigação de fazer a barba. O pastor comentou noutro dia que a Bíblia não proibe o uso da barba, mas o cristão deverá deixá-la bem aparada. André, eu entendi sua explicação.

      Sds,

      Rivaldo
      Obs: acho que é isso...hahaha

      Excluir
    4. Amigo seu cometareo eh muito paressido c o meo temo os mesmo pessamentu eu conpre um coputado e meos fios ficou felis eles me encinou que a enteneti fas encruzão dijitau ficei muito emossionado eu fasso bico para sustenta mian familia e conssegue conpra un coputado fasem 4 mez, Rivaldo

      Excluir
    5. Kkkkk... ta rachei de rir. Pelo menos aqui considera os comentários de todos os níveis educacionais

      Excluir
  6. "Seria correto um irmão usar barba? A Lei que Jeová deu aos israelitas exigia que os homens usassem barba. Mas os cristãos não precisam obedecer à Lei, pois ela foi cancelada. (Lev. 19:27; 21:5; Gál. 3:24, 25) Em algumas culturas, as pessoas não veem problema nenhum em um homem usar uma barba bem-feita. Isso não impede que as pessoas deem atenção à mensagem do Reino. Na verdade, em alguns países há anciãos e servos ministeriais que usam barba. Mesmo assim, alguns irmãos talvez prefiram não usar. (1 Cor. 8:9, 13; 10:32) Já em outros países usar barba não é comum e, por isso, não é considerado apropriado para um irmão. Aliás, nesses lugares, se um irmão usasse barba, ele poderia passar uma má impressão e talvez não fosse considerado “irrepreensível”. — Rom. 15:1-3; 1 Tim. 3:2,7." A Sentinela Setembro 2016, parágrafo 17

    ResponderExcluir
  7. Pobre Anonymous, parece desconhecer as regras ou esquivar-se. É evidente que a normativa interna embora não impressa para os adeptos, PROÍBE o uso da barba, e se caso o varão insista será visto desfavoravelmente. Observe por exemplo que em todas as ilustrações todos varões estão de barba bem feita. EM Wset16p19§17 a torre tenta "aprovar" o uso da barba, mas na prática anciãos locais já descartaram tal possibilidade. Então todo o paragrafo é apenas teórico, sob prevalência da proibição em vigor no Brasil e maioria do mundo afora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi justamente isso que percebi ao ler a matéria citada por nosso irmão acima e o que me motivou a escrever esse post. Na parte "Já em outros países usar barba não é comum e, por isso, não é considerado apropriado para um irmão." eles estabelecem logo, que é proibido o irmão usar barba.

      Excluir
  8. Para ser justo temos que deixar os link do que diz a doutrina oficial das TJ sobre esse assunto: O link da doutrina oficial é esse aqui: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102001084#h=11

    É preciso ler o artigo completo para ter um entendimento correto sobre esse assunto da aparência pessoal. Mas vale a pena destacar dois parágrafos do artigo, que é considerado como lei para as TJ. Essas duas frases não trazem um entendimento completo de como agir em todas as situações mas trazem uma ideia. Vou colar abaixo:

    "A pessoa modesta toma o cuidado de não escandalizar outros desnecessariamente nem atrair atenção indevida a si mesma. O bom-senso resulta em discrição, ou bom juízo. Quem mostra essas qualidades revela equilíbrio, resultante do respeito por normas sagradas. Manifestar essas qualidades não impede que a pessoa se vista de modo atraente, mas ajuda-nos a ser sensatos na nossa aparência e a evitar modismos extravagantes. (1 João 2:16) Desejamos aplicar esses princípios nos locais de adoração, no ministério de campo ou em qualquer outra atividade."

    "Para os homens, aparência esmerada pode incluir estar bem barbeado. Em lugares em que o bigode é amplamente encarado como dignificante, quem o usa deve mantê-lo bem aparado."

    Fonte: livro Beneficie-se da Escola do Ministério Teocrático.

    Notem que o livro falou "aparência esmerada pode incluir estar bem barbeado.", falou PODE e não falou DEVE. Não fez uma regra para os irmãos usarem barba. Mas há regra sim na questão de ser exemplo, pelos motivos citados no artigo.

    ResponderExcluir
  9. Olá André, e gente amiga! Muito bom o seu blog amigo, seus assuntos são sempre pertinentes, em especial para aqueles que viveram, e conheceram a organização. Todas estas questões são culturais, e mesmo estes aspectos de exterioridades que a Lei exigia, era para que o povo fosse levado a Cristo. Cristo é o fim da lei, de modo que, estas exigências se tornaram obsoletas. Naturalmente, elas ainda possuem força de ação religiosa, e cultural. Um exemplo disso, são os Judeus, e o movimento rastafári. Mas nós somos cristãos, e judeu é aquele que é no intimo, por isso nenhum movimento religioso ou organização religiosa possui qualquer legitimidade, e autoridade para determinar exterioridades que agradam a Jeová ou não. Um fato muito importante é que a cada dia que passa políticas organizacionais, formalidades religiosas, regras, e preceitos humanos, tem sido o que senhor disse: mandados de homens, e a vida com tantas ambiguidades acha tudo isso um saco. E isso ainda não é o pior. O pior é que o caráter de cristo, a plenitude de cristo, e a mente de cristo, são coisas que não tem importância. O importante mesmo é ser um boneco Play Mobil da religião, se escamotear na exterioridade, na fachada, e assim dar plena voz ao profeta; que profetizou acertadamente: o seu coração está longe de mim. Durante anos eu vi isso na organização, e honestamente ficava pensando em como uma pessoa não sincera podia ter alguma noção do que é verdade. A verdade é a palavra de Deus, que é Jesus cristo. Jesus nos ensinou que o que torna o homem impuro é o que procede do ser, e o homem bom do bom tesouro tirar coisas boas dai. Exterioridades enganam e não passam de market. O verdadeiro Cristão é livre, e sua vida adorna o ensino divino, com sobriedade e modéstia, e não com preceitos de humanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Lugão. Em gênero, número e grau.

      Excluir
  10. Eu espriquei a um amigo sob uzar braba a biblia ñ dis nada ele concodo vc ta serto andre obrigado pela informassaum, Rivaldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk.. bicho, vc é um poeta! Machado de Assis e Ruy Barbosa ficariam morrendo de inveja do seu rico vocabulário. Tire-me uma dúvida: vc já leu algum livro? Alguma revista? Algum gibi? Algum panfleto? Algum recado que a esposa deixou na porta da geladeira? Não tenho mais opção

      Excluir
  11. Oi André sempre leio seu blog mas não costumo muito participar. Mas achei interessante sua abordagem sobre a tatuagem. Estou desassociada há 7 meses e a primeira coisa que pensei de verdade era fazer uma tatuagem. Mas as questões que você levantou me fizeram pensar duas vezes antes de fazer. Não liga pra as criticas. Suas postagens são sensacionais.

    ResponderExcluir
  12. André,meu velho, é muito chato preparar um comentário, passar oor todo o processo ("Prove que você não é um robô") para exibi-lo e, por fim, vc remover pq não aceita a oposição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito pelo contrário, eu gosto de comentários divergentes embasados porque enriquece o meu conhecimento e capacidade de argumentos. Prepare um comentário com argumentos convincentes, sem ofensas, que ele será publicado.

      Excluir
  13. Adentrando no assunto, o conceito do que Jeová pensa sobre tatuagem fica claro e evidente na lei. E embora Jesus tenha abolido os rituais da lei, ainda nos baseamos em seus princípios, o qual respeitar o modo de Jeová enxergar tatuar nosso corpo tem haver com o 1º Mandamento amar a Jeová de todo teu coração, força e mente. Sobre a barba temos uma orientação recente na sentinela de 09/2016 artigo de estudo paragrafo 17. O Cristão deve pensar não somente no seu gosto mas como outros encarariam isso (favor leia com oração 1ª Cor. 10:31-33). Em minha congregação temos um sr que se matriculou na escola, depois se tornou PNB e por fim Testemunha de Jeová e se mantem com barba. Assim não é proibido usar barba e ser Testemunha de Jeová, agora ter privilégios de serviço, parte-se da ideia de que se tratam de homens espirituais que possam cuidar bem das ovelhas de Jeová e um homem verdadeiramente espiritual, se preocuparia em como sua aparência refletiria sobre outros na localidade onde ele vive.

    Lucindo Neto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas onde está estabelecido que não ter uma barba é refinamento espiritual... e logo, ter barba, é anticristão?

      Excluir
    2. Está escrito aqui:
      http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102001084#h=11

      Leia o artigo inteiro e livre de julgamentos pré-estabelecidos que tenho certeza que você vai entender.

      Excluir
    3. Prezado André,

      A espiritualidade está em levar em conta a consciência de outros. E não disse que é anticristão, vc sabe muito bem disso. não descontextualize o que eu disse.

      Lucindo Neto

      Excluir
    4. André você quer fazer da barba uma pedra de tropeço isso sim! Admite que com pequenas coisas é que nossa lealdade é testada... Assim como roupa curta ou extravagante não deve ser usada por irmãos, a barba também não seria se nos identificassem como pessoas desleixadas. Ainda que alguns cuidem bem de suas barbas, isso pode tirar a atenção quando formos pregar para alguém que não têm esse pensamento "moderno" ... Seria egoísta pensar diferente.

      Excluir
  14. Belo comentário do Lucindo. E o mais legal é que não precisa os anciãos ou outros serem amos da fé de ninguém. Existe as publicações e discursos para falar sobre esse assunto, não precisa outros ficar falando pra ele.

    Se um dia esse irmão decidir cortar a barba seria parte deu refinamento espiritual, se ele for coagido a tirar a barba o refinamento espiritual dele será apenas na aparência e não no coração. Talvez um dia ele veja perceba que está cumprindo certos requisitos de serviço e ainda não foi designado como Servo Ministerial ou para outro privilégio adicional, daí ele pergunta o motivo para um ancião e o ancião daí sim nesse caso pode amorosamente falar pra ele que o que o impede é sua aparência pessoal. Daí ele aceita humildemente aceita o conselho e logo em seguida se torna Servo e depois Ancião também.

    Mas uma coisa que eu acho é que como barba é aceitável de acordo com os costumes locais, eu acho que os costumes do Brasil estão mudando e uma barba bem cuidada e bem feita não está sendo mais considerada como uma rebeldia contra o sistema. Acho que com o tempo essa convenção de que não pode ter barba pra ser exemplo na Congregação vai cair. Quem a algum tempo atrás imaginava que seria liberado fazer partes e discursos sem usar paletó em caso de calor extremo? Lembrando que calor extremo é subjetivo pois cada pessoa sente o calor de forma diferente.

    ResponderExcluir
  15. André, boa noite. Meu nome é Silvano, tenho 28 anos, sou engenheiro de produção, mas tenho enorme paixão por história. No momento, estou interessado sobre religião, especificamente, dissidência e escolhi você e mais alguns para me ajudar tecer algumas conclusões. Caso você queira, por favor, responda-me estas perguntas:
    (1) O que te motivou a ser um dissidente?
    (2) A religião que você pertenceu é das Testemunhas de Jeová? Se for o caso, oficialmente, ela tem o status de religião ou seita (devo lembrar que o Caminho de Cristo era considerado uma seita)?

    (3) Caso tenha sido por alguma medida disciplinar a qual você não gostou, qual é o motivo de você ainda buscar informações sobre essa religião?
    (4) O que te faz ainda ficar vinculado a essa religião, mesmo que os seus membros não te reconheça como uma Testemunha e seu atual estilo de vida se contrapõe?
    (5) O termo apóstata te magoa atualmente ou isso nunca foi problema? Ou você acredita que a expressão dissidente se enquadra na sua realidade?
    (6) Sente que é difícil tocar a vida sem mencionar sobre as TJ e seus dogmas ou você o faz por pura diversão quando percebe que incomoda os seus antigos irmãos na fé?
    (7) Quando você é fortemente criticado, quem te magoa mais: Um "apóstata"(dissidente) ou um visitante qualquer?
    (8) Você tem alguma esperança de que fará "justiça" ao expor na internet os "erros" que você identifica da religião-alvo?
    (9) Tem algum medo ou frustração em recomeçar em outra religião?
    (10) Tem convicção de que seu atual modo de vida está condizente com a ética bíblica, ainda que, possivelmente esteja em desacordo com a religião-alvo?

    André, perdoe-me pelo texto longo, mas ficarei grato se você responder.
    Uma excelente noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei suas perguntas interessantes, então vamos lá...

      (1) O que te motivou a ser um dissidente?

      Não me considero dissidente. Eu foi desassociado das Testemunhas de Jeová por um erro que cometi, conforme as regras que a "religião" explica para todo aquele que entra nela. Eu não sou considerado Testemunha de Jeová, mas continuo adorando e servindo a Ele, conforme os ensinamentos que aprendi.

      (2) A religião que você pertenceu é das Testemunhas de Jeová? Se for o caso, oficialmente, ela tem o status de religião ou seita (devo lembrar que o Caminho de Cristo era considerado uma seita)?

      O que é religião e o que é seita? Isso é muito relativo. Todo católico acha que tudo é seita; evangélicos acha que católicos são seita... Rótulos. Isso realmente importa? Pra mim não.


      (3) Caso tenha sido por alguma medida disciplinar a qual você não gostou, qual é o motivo de você ainda buscar informações sobre essa religião?

      Por que ela tem aquilo que não achei em nenhuma outra religião. Estudo sério da Palavra de Deus e o esforço de segui-la corretamente.

      (4) O que te faz ainda ficar vinculado a essa religião, mesmo que os seus membros não te reconheça como uma Testemunha e seu atual estilo de vida se contrapõe?

      Vou responder com minha frase padrão: "Se a verdade não estiver com as Testemunhas de Jeová, estamos lascados".

      (5) O termo apóstata te magoa atualmente ou isso nunca foi problema? Ou você acredita que a expressão dissidente se enquadra na sua realidade?

      Não. Nem um, nem outro. Mas admito que as Testemunhas de Jeová são ensinadas a viver conforme o Mito da Caverna, de Platão. É uma forma que o Escravo achou que proteja os irmãos. Assim, qualquer coisa que fuja do padrão, eles considerarão como apostasia. Sabendo disso, eu entendo que me achem um apóstata. Mas como disse, meu objetivo não é agradar as TJ ativas, mas tentar trazer de volta os desgarrados. Não sei se isso é bom, o certo, talvez Jeová esteja triste comigo. Mas decidi que vou ajudar. Que Ele tenha misericórdia de mim.

      (6) Sente que é difícil tocar a vida sem mencionar sobre as TJ e seus dogmas ou você o faz por pura diversão quando percebe que incomoda os seus antigos irmãos na fé?

      Sim, eu fui TJ ativa por 22 anos. Faz parte da minha vida. Eu não critico ensinamentos básicos, e bíblicos, das Testemunhas de Jeová. NUNCA. Mas critico comportamentos e regras estabelecidas quando se trata de princípios ou quando não está claramente na Bíblia. Então, quando sou provocado, gosto de provocar também.

      (7) Quando você é fortemente criticado, quem te magoa mais: Um "apóstata"(dissidente) ou um visitante qualquer?

      Eu nunca sou magoado. Não existe decepção quando não há expectativa. Eu conheço demais as Testemunhas de Jeová para entender a reação delas a tudo, inclusive a meu blog. Contudo, há realmente uma coisa que me magoa: quando uma pessoa desassociada pede minha ajuda, e quando ela é readimita, vem pedir para que eu apague todos os registros de que um dia ela falou comigo. Isso me magoa.

      (8) Você tem alguma esperança de que fará "justiça" ao expor na internet os "erros" que você identifica da religião-alvo?

      Não. Não tenho por objetivo fazer justiça, até porque acredito nas Testemunhas de Jeová. Eu não exponho e nem critico dogmas bíblicas.

      (9) Tem algum medo ou frustração em recomeçar em outra religião?

      Não. Já fui evangélico por 5 anos. Depois que se conhece a verdade, não dá pra seguir em outra religião. A não ser que seja carente ou fraco de personalidade.

      (10) Tem convicção de que seu atual modo de vida está condizente com a ética bíblica, ainda que, possivelmente esteja em desacordo com a religião-alvo?

      Não. Meu atual modo de vida está inteiramente não condizente com a ética bíblica, assim como muitas pessoas, mesmo aquelas que estão ativas entre as TJ. Mas assim como elas, eu me esforço em fazer o melhor possível e oro pedindo a misericórdia de Jeová e seu perdão.

      Excluir
  16. André, entendo perfeitamente que você está na escuridão espiritual, assim como todos os desassociados e dissociados também estão. Volte para a organização de Jeová e restabeleça sua relação com ele. Porque como sabemos, só quando for anunciado da tribuna sua readmissão é que Jeová escutará novamente sua oração e de todos os desassociados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine a seguinte situação hipotética: um desassociado que ama e adora a Jeová, ora todos os dias e se esforça de todo o coração; do outro uma Testemunha de Jeová ativa e hipócrita: que pratica erros, vai ao campo apenas pra relatar uma horinha, é falsa e só ora a Jeová quando precisa Dele, nunca agradece. No seu raciocínio Jeová ouve o segundo, mas não ouve o primeiro? Que nível baixo você colocou o nosso Deus "ouvinte de oração" e que enviou seu filho para morrer por todo aquele que crê. - João 3:16; Salmo 65:2.

      Reflita nisso. :)

      Excluir
    2. Neu Deus, com você tem um raciocínio de um psicopata, André! Os fins justificam os meios na sua concepção. Que esforço você faz para fazer a vontade de Deus? Tenho absoluta certeza de que você expõe sua hipocrisia conscientemente.

      Excluir
    3. novamente me redundo com um mesmo assunto já discutido em outro post aqui. Pergunto ao Anonymous (1/11/16) "Consegue me provar na bíblia que Jeová não escuta a oração de um desassociado?"

      Excluir
    4. "Que esforço você faz para fazer a vontade de Deus?"

      Eu oro a Deus todos os dias. QUando acordo, quando estou no trabalho, agradeço pelo almoço e antes de dormir, oro novamente. Pesquiso a Bíblia constantemente. Leio todas as publicações do Escravo e pesquiso tambem fontes externar para refletir e ter conhecimento. Por meio desse blog ajudo muitos desassociados a entender, que apesar de tudo, servir a Jeová é a coisa mais importante.

      Ah, e todo mês eu doou 11 reais pro Médicos sem Fronteiras, 10 reais para APAE e 10 reais para a Graac.

      E você? Faz o que?

      Excluir
    5. WTF André? Tás sugerindo mérito por obras? Entendo que essas enumerações são mostrar à "esquerda" o que a "direita" faz.
      Eu, Vc, o Papa, o Zezão Açougueiro, as TJ e qualquer pessoa precisa do sacrifício de Cristo da mesmíssima forma...e, se viermos a ganhar a vida eterna é por mera liberalidade de Jeová, por graça e benignidade totalmente imerecidas.

      Excluir
    6. Concordo com você. Mas daí, deu aquele vontade de perguntar pra quem me critica... o que você faz? Sei lá.... Faca, você já foi Testemunha de Jeova? Acho que não. Talvez achasse absurdo o fato de alguém que relata mais de 10 horas no serviço de campo seja considerado mais fiel do que a pessoa que só relata 1 hora por mês. ;)

      Excluir
    7. Até que enfim concordaste em algo comigo...rssssss...
      Sim, já fui TJ. Estou desassociado há quase 6 anos.
      Quem sabe eu volto um dia...é o que eu quero, mas tem de ser "de dentro pra fora", se é que vc me entende!

      Excluir
    8. Pelo seu comentário vejo que guarda algum rancor, se estivesse na organização saberia que em estudos passados vimos que toda obra é valorizada por Jeová, seja o servo pioneiro especial ou alguém que faça 1 hora por mês. Você não perde a chance de criticar SÓ UM POUQUINHO. Assim talvez se ache até mais inteligente do que as pessoas humildes. ..
      Fico imaginando se Jesus fosse assim estaríamos ferrados.
      -Pai preciso mesmo descer pra morrer por eles? Não é mais fácil só perdoar?

      Você têm que entender que sacrifícios são necessários.

      Excluir
  17. Cara que absurdo! Tanto fisiologismo, como podem fazer de Jeová um membro de uma organização! Como podem fazer de Deus um meio em si mesmo, um ente que serve aos interesses corporativo fisiológico de uma instituição? Por favor, se encherguem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lugão, eu ainda acho que as Testemunhas de Jeová sejam a organização daqui que Deus imaginou na terra. O problema é que a organização hoje adquiriu a mesma arrogancia espiritual que a congregação primitiva em Jerusalém tinha, quando Paulo começou a pregar aos gentios. Eu leio o livro de Hebreus e hoje vejo que se aplica a muitos.

      Excluir
    2. Quanto mais eu visito o seu blog mais sei que a desassociação é um arranjo de Jeová para manter a congregação longe de pessoas como o sr, André Lago

      Excluir
    3. Estes dias estava lendo sobre Atanásio, o cara da trindade, e já no tempo dele, o sujeito para ser readmitido dependia quase que exclusivamente do que hoje chamamos de coordenador, na época bispo. É claro que não depende exclusivamente do coordenador, mas a palavra dele tem muito peso, pelo simples fato de estar em maior vantagem hierárquica. Me lembro para minha infelicidade de um, que era autoritário, e inacessível. Extorquiu a congregação por anos, e os anciãos morriam de medo dele, ate que, Jeová Deus ou a própria verdade trouxe ao seu tempo toda a verdade, o cara era um petrolão,inventava reformas e mais reformas para fazer caixa dois. sabemos que isso pode acontecer em qualquer lugar, e a todo hora isso acontece, mas veja que, este cargo na mão de pilantra faz um estrago enorme a congregação. Só Jeová sabe quantos por ai não ambiciona o cargo por razões torpes, e mesmo que não comentam estes tipos de coisas, infelizmente com o tempo se tornam funcionalistas inacessíveis, burocráticos, indisponíveis, e inapeláveis. Quando a bíblia estabelece as qualificações, não são qualificações de CARGO, são qualificações cristãs, e o Cargo é função, e não posição hierárquica, e qual é a função? A função é pastorear, é apascentar, é só isso! Não é autoridade para impor medo aos irmãos, a autoridade como mostra o livro de hebreus era usada em ultimo caso, só em ultima instância, na época havia mestres, sábios, profetas, e instrutores de verdade que usavam de persuasão, convencimento, raciocínio lógico, eram pessoas que tinham capacidade espiritual para lidar com todo tipo de oposição dentro da congregação, de modo muito amoroso e inspirado racionavam com os cristãos. Esta congregação mesmo de judeus cristãos simpatizantes ao judaísmo. Desencaminhou multidões a praticas obsoletas do judaísmo, será que o corpo governante teria a envergadura de escrever uma carta como esta? Ia desassociar a rodo milhares, é ai que vejo que naquela época os apóstolos realmente foram protagonistas em impedir a apostasia, não por autoridade, mas por persuasão. Eles eram sábios e tinham muita fé em Cristo para poder com muita paciência refutar e dialogar exaustivamente com cristãos que não andavam segundo a verdade de Cristo. E infelizmente como vc falou mano, hoje os irmãos estão inferindo no mesmo erro dos Judeus ou de cristãos judaizantes que estabeleceram paramentos morais para se jactar a vista de Deus, estabelecem obras como aferimento de santidade e prova da aprovação do Eterno, como se Deus tivesse moral! Jeová Deus tem Ética! A nossa ética é cristã! É sobre esta Ethos que estamos! Um embusteiro na congregação a vista dos homens goza de boa moral. como se saberá se tem ética? Como se saberá se realmente possui a ética de cristo, se do ponto de vista da media ou da maioria o embusteiro tem boa moral? Será que Jeová segue maioria? E quantos por ai não são descobertos ou expostos por falta de ética cristã em sua vida? E mesmo que a pessoa leve uma vida de boa moral, e dai? O que realmente importa é a fé em cristo, é ser cristo, e quantos na congregação agem como cristo? Quantos tem o modo de cristo? A mente de cristo, e alcançaram a plenitude de Cristo? Sendo amorosos, perdoadores, caridosos, sábios conselheiros, pacificadores, cheios de misericórdia e de compaixão, justos. Muito poucos, e são aqueles que não são nada na congregação, pode ter certeza, os mais desprezados. E dentro os anciãos então, e ai a prova de que ancião, as congregações estão cheias! não está faltando ancião, o que está faltando são pastores, isto sim é escasso. os hebreus cometeram este grande erro, na arrogância das obras, se acharam justos a vista de Deus, e desencaminharem muitos para seguir obras e não a Fé no nosso Senhor Jesus Cristo! É por isso que vem os justinhos aqui no seu blog com esta mesma arrogância afirma que Jeová não ouve oração de desassociados, são indivíduos que acham que ter um protocolo de afirmativas morais os farão mais próximos de Deus, que bom que as prostitutas e os cobradores de impostos os precedem no Reino de Deus!

      Excluir
    4. Trecho retirado do Estudo bíblico de congregação desta semana:

      Quando Jeová refina nosso entendimento da verdade, a condição de nosso coração é testada. Será que nossa fé e humildade nos motivarão a aceitar as mudanças? Os cristãos que viviam em meados do primeiro século enfrentaram um teste assim. Por exemplo, imagine que você fosse um cristão judeu naquela época. Você tem profundo respeito pela Lei mosaica e se orgulha de seu legado nacional. Então, você recebe cartas inspiradas do apóstolo Paulo dizendo que não é mais uma obrigação obedecer à Lei e que Jeová rejeitou o Israel natural para ajuntar um Israel espiritual composto tanto de judeus como de gentios. (Rom. 10:12; 11:17-24; Gál. 6:15, 16; Col. 2:13, 14) Como você teria reagido?

      Os cristãos humildes aceitaram a explicação inspirada de Paulo e foram abençoados por Jeová. (Atos 13:48) Outros ficaram ressentidos com os refinamentos e preferiram continuar com o seu próprio entendimento. (Gál. 5:7-12) Se não mudassem seu modo de pensar, aquelas pessoas perderiam a oportunidade de reinar com Cristo. — 2 Ped. 2:1.

      Falta-lhes paciência para simplesmente esperar uma orientação nova acerca deste assunto? Vocês assistiram ao Broadcasting que considerou as mudanças nas reuniões (Quantidade de dias e forma)? Perceberam o tempo que se demorou até a questão ser resolvida? Até terem certeza que a decisão fazia parte da vontade de Jeová e representava seu direcionamento? Notaram a quantidade de anciãos e Sup. Distrito consultados?
      Ter ou não ter barba faz tanta diferença assim pra vocês ao ponto de transcenderem o assunto e dizer que a organização adquiriu arrogância espiritual? Sério que a questão conseguiu ganhar este contorno?
      Outro trecho de um parágrafo do mesmo estudo:
      Os servos de Jeová têm fé em que todas as promessas da Palavra de Deus se cumprirão. E eles mostram humildade quando admitem que não entenderam corretamente como essas promessas se cumpririam. Essa atitude humilde pode ser observada no número de 1.° de março de 1925 de A Sentinela, em inglês, que disse: “Sabemos que o Senhor é seu próprio intérprete, e que ele interpretará sua Palavra ao seu povo da sua maneira e no seu tempo devido.” (...)

      Quando o Reino foi estabelecido em 1914, o povo de Deus tinha apenas um conhecimento parcial de como as profecias relacionadas ao Reino se cumpririam. (1 Cor. 13:9, 10, 12) Em nosso zelo de ver o cumprimento das promessas de Deus, já aconteceu de chegarmos a conclusões equivocadas.

      Consigo ver tudo nestes dois trechos, menos arrogância espiritual.



      Seria o problema uma questão de interesse puramente pessoal? Será que gostaria que a resposta à sua oração pedindo pra que o Espírito Santo direcionasse os irmãos para dizer que todos podem usar barba está demorando demais pra ser atendida? Espere em Jeová e confie nele, talvez, no Seu tempo, ele responda à sua oração e a organização passe a ter um conceito diferente sobre a barba, aqui no Brasil, principalmente. E este conceito passe a ser o que você havia pedido em suas orações.

      Porém, aqui vai uma palavra de cautela.
      Quando isso acontecer, cuidado pra não ficar chateado com os irmãos que não concordam com a barba e passa-los a chamar de fracos, ressentidos, que não acatam a orientação do Escravo fiel e Prudente e dizer que deveriam ser mais humildes e aceitar o novo entendimento (ou nova orientação, como queira chamar)

      Excluir
    5. Um grande efeito colateral de qualquer instituição religiosa é que seus membros costumam se considerar AUTOMATICAMENTE certos. Exemplo: Vejo praticamente toda a mulherada gastando muito tempo com maquiagem e afins. Maquiagem é um assunto muito menos polêmico do que barba e tattoo, mas um seguidor de Jesus gastaria muito do seu tempo nisso? Claro que não. Mas as irmãzinhas gastam, se julgam salvas - afinal estão dentro dos muros da única instituição certa - e ainda são capazes de criticar fortemente os que se atraem por barbas e tattoos... Eu pergunto: Quem fez uma tatuagem ou se barbeia uma vez por mês é pior do que quem respira futilidades?

      Excluir
    6. No passado servas de Jeová e as cristãs do primeiro século também se ornamentavam cara. Deixa as irmãs serem lindas.

      Excluir
    7. Deixo. Foi só um exemplo pra mostrar que gastar muito tempo com vaidade talvez seja pior do que fazer algo "errado" apenas uma vez, como uma tatuagem.

      Excluir
  18. André, mas você não pretende nunca jamais retornar a organização terrestre de Jeová? Eu percebo que a organização está ficando mais humilde e aceitando erros. Na última visita vi o Superintendente afirmar categoricamente que "a organização não é perfeita, comete erros, mas entre as organizações imperfeitas que existem, a nossa é a melhor do mundo." Não consegui confirmar se isso é um comentário pessoal dele ou veio da Associação, mas era um comentário impensável a alguns anos atrás. Não seria falta de humildade alguém achar que é melhor ou superior a Organização de Jeová na terra? Conceitos de superioridade levaram a humanidade a muitos erros. Você respeita o Corpo Governante? De que forma? Como o canal que Jeová usa pra interpretar sua Palavra hoje?

    Quero dizer que eu respeito e gosto muito do seu blog, pois foi aqui que aprendi como responder ou pesquisar sobre as abobrinhas que os apóstatas falam. Uma em especial que eu lembro é sobre as vacinas, que me deixaram bastante intrigado. Embora acho que com o tempo você mudou aquele foco de responder apóstatas e entrou em assuntos variados de ordem pessoal.

    Acho que o que estraga a Organização são os fanáticos religiosos que tem nela. E esses fanáticos estão em todos os níveis: Super. Circuito, Anciãos, SM, Pioneiras e até em criancinhas que acabam de sair de publicador. Infelizmente o fanatismo religioso é incentivado até por quem não é fanático, isso é ruim porque na maioria das pessoas vai trazer problemas psicólogicos seríssimos.

    Uma vez um outro Super. Circuito viu na minha casa uma coleção de gibis especiais da Marvel e DC que eu faço questão de deixar na sala da minha casa. Eu a principio fiquei meio envergonhado por ele ver aquilo e pra minha surpresa ele disse que também é fã de super heróis e assisti todo filme de heróis que sai. Muitos irmãos e meras pioneirinhas de congregação iria colocar um irmão que vê esses filmes na fogueira. É apenas um experiência pra todos verem que é possível ser bem fiel a Jeová sem ser fanático e sem incentivar outros a serem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As Testemunhas de Jeová utilizam a técnica do mito da caverna, de Platão. Talvez isso é o que mais me incomoda. Não diria fanáticos, mas protecionistas demais. Se essa é a verdade, porque tem tanto medo de serem questionados? E isso dá motivo para criticas de outras religiões.

      Excluir
  19. Minha experiencia pessoal...
    sempre quis usar barba, mas sempre soube que era errado até sair esse artigo recente. Ao ler o artigo entendi que para o nosso país o uso da barba é comum, pois basta ir a um shopping ou assistir ao jornal e ver muitos homens de barba seja qual for sua religiao ou profissao. Perguntei a pessoas no meu trabalho se eu aparecesse na porta deles pregando e de barba se eles estranhariam a barba em uma testemunha de Jeová e todos responderam que não achariam estranho (mesmo um que é da religiao pentecostal que tambem nao admite a barba - mas ele próprio nao entende essa proibição). Daí resolvi deixar a barba crescer e informei ao anciao da minha decisao. Resposta dele: na reunião a gente conversa. Fui à reuniao e todos me olharam estranho. Entendi essa reação inicial, visto que eu nunca tinha usado barba antes. E na saída nao pude conversar com aquele anciao e marcamos pra conversar em minha casa - mas adiantou que ele leu o tal artigo recente da barba e entendeu que nao podia usar (e sorriu ao dizer que era coisa de petista - em tom de brincadeira, uma lamentável brincadeira achei). Alguns dias depois, este anciao e outro (esse é até SAJE) foram em minha casa pra me convencer a entender que usar barba era inapropriado (apesar de nao ter essa regra, disseram) e mencionaram o broadcasting desse mes onde fala que pode causar pedra de tropeço. Como pedra de tropeço? - perguntei. Tropeço para os mais jovens que nao poderão assumir privilegios, responderam. Aí eu disse que essa situação estava causando pedra de tropeço pra mim ao ver o preconceito dos irmaos. Entao a conversa se encerrou porque eu estava acusando os irmaos de preconceituosos. Mas foi como eu me senti e por isso falei, inclusive o comentário dele de dizer que barba era coisa de petista - e falei issso pra ele. Resultado: disseram que eles devem proteger o rebanho e ia ser dado um anuncio ao meu respeito, mas antes iriam conversar com os outros anciaos. Passou a reuniao seguinte (que eu nao fui) e me chamaram novamente pra conversar pelo watsapp. Perguntei: escreveram pra Betel? Ao que me respondeu: nao foi necessario. Cheguei ao Salao pra conversarmos fora do horario da reuniao, dessa vez tres anciaos. E a conversa: estavam querendo me ajudar (interessante: usar barba indica que vc nao esta bem espiritualmente). Continuaram dizendo que usar a barba pode sim, mas talvez ainda nao seja o momento porque não era comum entre os irmaos. Eu disse então: nao vai ser comum nunca se ninguem começar a usar. Daí disseram que o superintendente foi consultado e já que eu nao havia cometido nehum pecado crasso não haveria nenhum anuncio. Mas eu nao poderia ir ao campo pregar. Ou seja, estou proibido de ir pregar desde entao (pensei: e a ajuda que estavam me dando? Desde quando proibir de ir ao campo ajuda alguem? Não é o contrario?). Como eu me sinto agora? Desanimado porque os da dianteira querem que eu nao use a barba e por tabela muitos irmaos. Alguns poucos entenderam o artigo como eu: no Brasil é comum e pode usar. Aguardo os comentários no Estudo da revista esse fim de semana pra ver o que vao dizer e tomarei uma decisao definitiva entao. Particularmente acho esse assunto simplesmente ridículo com tanta coisa mais importante pra considerar ao inves de implicar com uma baraba bem cuidada. Muitos querem usar sim, mas tem medo de represália dos anciaos, essa é a verdade. A pedra de tropeço é o contrario: quem usa a barba se sente desanimado, discriminado e impedido de pregar - obrigação de todo seguidor de Cristo, alem de nao ter qualquer outro privilegio. Acredito que Jeová esta muito acima de tudo isso e espero que isso mude logo. Espero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido irmão, se os anciãos da sua congregação não concordam com o uso da barba não acho que deva se opor a eles, lembre-se que são imperfeitos, pessoalmente acho que o uso da barba no Brasil não é comum, mas sim moda, no entanto o uso está ficando cada vez mais comum, e em breve não mais será motivo de repreensão na congregação, como já acontece em algum países, logo, logo isso vai mudar aqui também, não estrague sua relação com Jeová por causa disso, seja humilde e paciente. Espero que fique bem, fique na paz de Jeová!

      Excluir
    2. Rebeldia..se eh uma coisa simples..nao tem porque discutir ..melhor tirar a barba do q ficar criando contendas..vc pode ate achar q barba eh normal..so q a maioria acha q nao..portanto respeite a conciencia destes..nao custa nada

      Excluir
  20. Sim, parceiro logo vai mudar nas mão justas de Deus, pois o Supremo Jeová não pode coadunar com tantos legalismos, pois ele é o Deus da Liberdade.

    ResponderExcluir
  21. E é barba cabelo e bigode
    Barba cabelo e bigode
    Eu passo você não passa
    Eu posso você não pode

    ResponderExcluir
  22. A algumas semanas estudamos sobre isso,...
    17 Será que é correto os irmãos usarem barba? No passado, a Lei mosaica dizia que os homens tinham que ter barba. Mas hoje os irmãos não precisam mais seguir a Lei mosaica. (Levítico 19:27; 21:5; Gálatas 3:24, 25) Em alguns países, as pessoas não veem problema nenhum em um homem usar uma barba bem-cuidada. Tanto que as pessoas não acham estranho ouvir a mensagem da Bíblia de alguém que usa barba. Pode ser que nesses países irmãos que são anciãos e servos ministeriais usem barba, mas alguns talvez prefiram não usar. (1 Coríntios 8:9, 13; 10:32) Já em outros países usar barba não é comum. Nesse caso, se um irmão usar barba, as pessoas podem criticar o irmão e até falar mal de Jeová. Por isso, esse irmão talvez não seja considerado como “irrepreensível”. — 1 Timóteo 3:2, 7; Romanos 15:1-3.


    https://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/sentinela-facil-de-ler-setembro-2016/sua-roupa-mostra-que-voce-serve-a-deus/#?insight[search_id]=d7772278-512c-4286-a782-73b1f1722c12&insight[search_result_index]=2

    ResponderExcluir
  23. Oi
    Ja faz algum tempo que venho acompanhando seu blog e ele me fortaleceu muito a voltar a organização, sou ex publicadora não batizada e perdi meus privilégios a 5 anos, na época eu só tinha 14 anos de pura imaturidade e depois de alguns "puxões de orelhas" desistir de servir a Jeová. Ja faz um ano que tou frequentado as reuniões e tbm acompanhando seu blog. Lembro que quando era estudante e tava na escola do ministério, colei algumas tatuagens que vêm em salgadinhos no braço e minha instrutora me deu uma bronca e me mostrou o texto de levitico onde fala sobre tatuagens. Então, depois disso sempre tive o princípio que tatuagem era errado e pronto, contudo, entre meus 16 a 18 anos fiquei bem tentada a fazer, mas nunca tive coragem. E depois de ler um artigo no JW sobre isso, fiquei pensando sobre o assunto e até quis fazer uma rs, mas depois de ler o texto de ramanos 12:11 tomei como base pra minha decisão de não fazer uma. Enfim, de uns tempos pra cá tem coisas que ta ficando mas aceitáveis ou mudando o ponto de vista dos cristãos, posso ta falando besteira, mas sinto que a organização ta evoluindo em alguns assuntos e adquirindo mais conhecimentos. Faz pouco tempo que frequento, menos de 10 anos em idas e vindas. Mas sinto que hoje tou mais preparada pra aceitar a verdade e me moldar.

    ResponderExcluir
  24. Performances religiosas nada tem haver com o caráter de Cristo. O pacto da lei foi escrito em pedras o novo pacto escrito no coração. Costumes são costumes em Cristo somos caridade respeito compaixão e misericórdia. Não é o fato de fazer e nem tampouco o fato de não fazer segundo os costumes mas é existir com a mente de Cristo segundo as boas novas anunciada pelo filho de nosso Deus Jeová. Jesus nos anuncia boas novas. Nos ensina que o que sai do coração torna o homem impuro de modo que exterioridade não tornar ninguém impuro mas é a interioridade que determina ou torna alguém impuro. No chamado das boas novas somos convidados a não julgar e nem medir ou aferir alguém tendo como a lei da reciprocidade como garantia de retorno. Em Cristo a fé passa ser o que nos torna pessoas salvas ou pessoas sadias pessoas com saúde e nos convida a ser médicos para aqueles que estão doentes de alma e se possível salvar os doentes de caráter. Quanta maldade religiosa é praticada por ostentar padrões e costumes legalistas. Quanta maldade não é praticada justificada por não fazer parte do mundo mas fomentada por um mundo que não é salutar um mundo desarrazoado que acaba com a liberdade que Cristo nos deu e não reflete o caráter de Cristo. Sacrifício santo é aceitável é um coração cheio de fé e de caráter de Cristo é viver com um coração cheio de amor a Deus e ao próximo senão será como disse o senhor este povo honra- me com os lábios ou sem barba e sem tatuagem mas seu coração está longe de mim. Vamos orar a Jeová Deus para que o seu povo seja mais humilde e misericordioso.

    ResponderExcluir
  25. Assino embaixo Fabrício.

    ResponderExcluir
  26. É mais fácil tirar a barba de um do que ensinar a milhões de tj a não teeem preconceito e discriminar alguem q decidiu usar barba. Uma coisa me faria tirar a barba: algum comentário de alguém de fora na organização que achasse estranho uma TJ pregar na sua porta de barba. Isso sim me faria tirar. Mas esse direito de pregar com a barba me foi negado e eu fui proibido de pregar. Fui proibido de pregar pelos anciãos com o aval do superintendente. Na Rússia os irmãos lutam pelo direito de exercer as atividades cristãs, inclusive pregação. E eu fui proibido de pregar porque me recusei a tirar a barba mesmo dizendo que tiraria se algum morador achasse estranho. Triste isso. Nem o meu filho de 10 anos entende tamanha insensatez. Ensino a meu filho que Jeová é o Deus de liberdade e não quer q ninguém seja obrigado a fazer algo que não queira. Isso é escravidão. Não é racional. Não é amoroso. Não é liberdade. A adoração que Jeová quer está longe disso. Os ensinamentos de Cristo estão longe disso.
    Decidi escrever a csrta me desligando uma vez que já q não posso pregar não dou considerado uma TJ. Continuo grato por tudo q aprendi na organização e acredito e tenho fé nas crenças embora acredite que ainda vão melhorar em aspectos fáceis de se resolver como esse e outros mais difíceis como tratamento a desassociados q estão indo pra reunião e que nem sequer são cumprimentados na casa de um Deus de amor. Complicada a natureza humana.

    ResponderExcluir
  27. Lógica da Sentinela:

    Na lei mosaica a regra era use barba. Mas não vivemos sob a lei mosaica então não precisamos cultivar a barba.
    Essa mesma lei mosaica diz que não se pode fazer tatuagem (na verdade nem é essa a palavra original usada, mas sim "cortes no corpo" que tinham relação com a religião falsa, mas é outra assunto) e aí usam esse texto para dizer que não pode fazer tatuagem. Ué?

    ResponderExcluir
  28. Eu passei por infeliz situação certa vez, quando me impediram abruptamente de segurar o microfone volante, e o pior, não se tratava de barba realmente barba, não era algo evidente, modal, serrada, eu apenas não raspei totalmente até ficar azul, preferi por ocasião de falta de gilete, me utilizar da máquina zero.

    Quase que dá sala b, ademais, apenas um ancião notou, o resto dos irmãos e pessoas sequer notou que havia dois pequenos pelos semi-viziveis.

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.