sábado, 12 de novembro de 2016

PERGUNTAS SOBRE MIM...

Um leitor do meu blog, chamado Silvano, me fez essas seguintes 10 perguntas abaixo. Achei elas interessante e em vez de responder diretamente, achei que daria um excelente post sobre mim.

Me julguem à vontade.


(1) O que te motivou a ser um dissidente? 

 Segundo um dicionário, dissidente é que ou o que sai de um determinado grupo ou organização por divergir de seus princípios, ideias, doutrinas ou métodos. Eu não divirjo das doutrinas das TJ por isso não me considero um dissidente. Talvez eu questione alguns métodos, mas isso não me torna um dissidente. Como costumo dizer, “Se a verdade não estiver entre as Testemunhas de Jeová, estamos lascados”


(2) A religião que você pertenceu é das Testemunhas de Jeová? Se for o caso, oficialmente, ela tem o status de religião ou seita (devo lembrar que o Caminho de Cristo era considerado uma seita)? 

 Sim, acho que isso está bem implícito. O que é uma seita? Os católicos acham que tudo é seita. Os evangélicos acham que os católicos é uma seita. Nessa briga, prefiro dizer que as Testemunhas de Jeová são o que seu nome diz: o povo de Jeová na terra.

(3) Caso tenha sido por alguma medida disciplinar a qual você não gostou, qual é o motivo de você ainda buscar informações sobre essa religião? 

Eu fui desassociado por um erro que cometi, confessei e achei justa a desassociação. Estou pagando meu erro justamente conforme as regras explicadas a mim, quando me batizei. Busco, porque sei que as Testemunhas de Jeová possui um trabalho sério de pesquisa bíblica e por isso ela contém a verdade.

(4) O que te faz ainda ficar vinculado a essa religião, mesmo que os seus membros não te reconheça como uma Testemunha e seu atual estilo de vida se contrapõe? 

 Por que ela tem a verdade e são coerentes naquilo que pregam.

(5) O termo apóstata te magoa atualmente ou isso nunca foi problema? Ou você acredita que a expressão dissidente se enquadra na sua realidade?

Não. Até porque eu sei que não sou, e Jeová sabe também. E isso que importa. A segunda parte da pergunta respondi na pergunta 1.

(6) Sente que é difícil tocar a vida sem mencionar sobre as TJ e seus dogmas ou você o faz por pura diversão quando percebe que incomoda os seus antigos irmãos na fé? 

 A pergunta é meia confusa, mas vamos lá. Eu fui Tesmunha de Jeová (a religião) por 22 anos, então faz parte da minha vida; é impossível não mencionar sobre isso no meu dia a dia. Meu blog é direcionado a desassociados, portanto, a maioria das pessoas que visitam não se incomodam, mas ao contrário, se sentem aliviados por encontrar algo que lhes entendam e os fortaleçam. Isso vai incomodar as Testemunhas de Jeová ativa, porque elas não foram ensinadas a concordar com nada que é feito por um desassociado, mesmo que seja com as melhores intenções. Eu sei disso e compreendo. Nada do que faço aqui é pra me divertir, só informar e esclarecer.

(7) Quando você é fortemente criticado, quem te magoa mais: Um "apóstata"(dissidente) ou um visitante qualquer? 

 Nenhum dos dois. De verdade. Apóstata nunca me magoa, só me diverte com suas incoerencias. A maioria são ataques clichês. Só existe uma coisa que me magoa: quando um desassociado vem desesperadamente procurar, e depois de todo conselho e ajuda, ao ser readmitido, ele entra em contato pedindo que eu apague todas as mensagens e que faça de conta que ele nunca procurou ajuda no meu blog. Isso magoa.

(8) Você tem alguma esperança de que fará "justiça" ao expor na internet os "erros" que você identifica da religião-alvo?

Não exponho erros doutrinários das Testemunhas de Jeová e consequentemente não estou buscando justiça, até porque não há justiça nenhuma a ser feita. Eu posso questionar alguns comportamentos, métodos, talvez,  mas tem muito mais o objetivo de tentar tirar alguns irmãos da caverna do que expor algum suposto erro.

(9) Tem algum medo ou frustração em recomeçar em outra religião?

 Não. Depois que se torna Testemunha de Jeová é impossível seguir outra religião.

(10) Tem convicção de que seu atual modo de vida está condizente com a ética bíblica, ainda que, possivelmente esteja em desacordo com a religião-alvo? 

Quem será que está condizente com a ética bíblica hoje em dia?


30 comentários:

  1. André, em seu post sobre a barba, em um comentário, você disse o seguinte: As Testemunhas de Jeová utilizam a técnica do mito da caverna, de Platão. Talvez isso é o que mais me incomoda. Não diria fanáticos, mas protecionistas demais. Se essa é a verdade, porque tem tanto medo de serem questionados? E isso dá motivo para criticas de outras religiões.

    E novamente cita a mesma alegoria: Eu posso questionar alguns comportamentos, métodos, talvez, mas tem muito mais o objetivo de tentar tirar alguns irmãos da caverna do que expor algum suposto erro.

    Você poderia explicar melhor sua comparação com alguns irmãos como se estes estivessem na alegoria de Platão? É a organização ou alguns irmãos? Essa caverna seria o medo de ser questionado? Ou de responder de forma robotizada, como em uma cartilha?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso vale uma postagem. Responderei em breve... ;)

      Excluir
    2. Que bom, André.

      Gostaria apenas de esclarecer um pouco mais o meu questionamento.
      Como testemunha de Jeová, a sensação que tenho é justamente o contrário, sinto como se eu tivesse saído de uma caverna espiritual. Falo isso do ponto de vista de doutrinas.
      Por isso acho que, linguisticamente falando, soa estranho dizer que nós estamos, do ponto de vista religioso, organizacional, como que em uma caverna.
      Entretanto, talvez alguns de nossos irmãos, por falta de madureza (Heb. 5:11-13). Dizem ou fazem coisas que nos assustam. Podemos até dizer que estes ainda estão vendo de forma sombreada a verdade(Assim como Platão disse). Porém, ainda sim, considero, com todo respeito que o debate merece, equivocada sua comparação, pois são coisas mais relacionadas com experiências que tivemos com irmãos, do que uma questão que nos permita generalizar, como você fez.

      Porém, como sempre digo, seres pensantes merecem pensar.
      Foi o raciocínio lógico que levou a organização ao lugar que ela ocupa hoje e creio que foi isso que nos atraiu também. então, havendo uma explicação racional sua, posso avaliar melhor meus conceitos.



      Ps: Aqui vai um pedido de um leitor antigo: tente intercalar suas postagens mais "polêmicas" com suas pesquisas bíblicas edificantes (Não que as polêmicas não sejam, mas polêmica demais enche o saco :D)
      Digo isso, porque lembro com muita saudade de sua pesquisa a respeito dos quatro evangelhos. Aquela pesquisa ainda está vívida em minha mente e foi muito bem feita, me causando um impacto positivo.

      Sei que em um comentário seu, disse que o blog mudou um pouco o foco e passou e ser mais para ajudar os desassociados, mas creio que os desassociados também precisem de assuntos que os edifiquem, que os lembrem do quanto há coerência na organização (mesmo que seus membros nem sempre a tenham :p)


      é isso.
      Valeu.

      Que Jeová sonde seu coração diariamente e que você se permita ser moldado por ele e por seu espírito, privilégio dado apenas aos humildes de coração. (Pr. 22:4, Rom. 12:16).

      Excluir
  2. Bom já que você se repetiu eu vou tomar a liberdade de me repetir também e espero que você responda as perguntas que eu te fiz no outro post, porque lá você não respondeu, apenas opinou. Lá vai. As perguntas são pessoais para você.

    André, mas você não pretende nunca jamais retornar a organização terrestre de Jeová? Eu percebo que a organização está ficando mais humilde e aceitando erros. Na última visita vi o Superintendente afirmar categoricamente que "a organização não é perfeita, comete erros, mas entre as organizações imperfeitas que existem, a nossa é a melhor do mundo." Não consegui confirmar se isso é um comentário pessoal dele ou veio da Associação, mas era um comentário impensável a alguns anos atrás. Não seria falta de humildade alguém achar que é melhor ou superior a Organização de Jeová na terra? Conceitos de superioridade levaram a humanidade a muitos erros. Você respeita o Corpo Governante? De que forma? Como o canal que Jeová usa pra interpretar sua Palavra hoje?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (1) Sim, pretendo. Mas não sei quando Andy. A questão é que de uma forma geral não consigo mais ver a urgência tão pregada dentro da Organização. (E isso não quer dizer que eu esteja certo, talvez, eu esteja sofrendo do tão pregado 'enfraquecimento de fé' por não está frequentando as reuniões regularmente).

      (2) Eu acho que foi mais um comentário pessoal dele, e possivelmente, foi repreendido por alguém nos bastidores.

      (3) Eu respeito o Corpo Governante. E ainda acho que eles são o melhor canal para interpretar Sua Palavra hoje. Mas também acredito que eles são imperfeitos, e que nem sempre Jeová lida com a Organização de forma direta. Assim como nos dias de Israel, em que Jeová não se metia em tudo e permitia o livre arbítrio. Isso permitiu muitas "profetadas" tão criticadas pelas outras religiões. (Já percebeu que o livro Revelação sumiu?) Mas continuo confiando, fato que ainda utilizo o JW como base de minhas pesquisas. Mas aqui fora, me permito também comparar com outras referências externas. E as vezes, somente às vezes, encontro pequenas desavenças - não de doutrinas, mas de comportamento - que não concordo.

      Excluir
    2. A organização de Jeová na terra realmente não é perfeita! O super falou corretamente. E atualmente temos sido ensinados dessa forma, basta ler alguns de nossos estudos de A Sentinela, prestar atenção em discursos em congressos.

      Excluir
    3. André, uma vez eu li numa publicação, que não me lembro qual(eu deveria ter anotado), que a organização não é perfeita, mas no entanto, não está manchada de corrupção como muitas igrejas. Mas uma coisa que acho que está acontecendo, que não sei explicar, que devido ao fato de se terem cometido equívocos ao tentar explicar profecias, não se fala mais tanto nelas.Precisou fazer tantos ajustes de entendimento que ficou um pouco difícil se fixar nelas.(O interessante é que se alguém perguntar se o nosso entendimento estava errado, não podemos usar essa palavra.Ele não estava errado, mas precisou ser "ajustado") O foco agora ficou com as lições práticas que podemos aprender de relatos bíblicos, inclusive proféticos. Isso fica evidente na linguagem das publicações. Está mais mastigada, por assim dizer. Mas sinto falta de algumas coisas nas revistas, eu lia muito mais quando eram quatro por mês. Mas continuo lendo. Sinto falta dos assuntos científicos, históricos, na Despertai!. Talvez alguém diga: ficou mais fácil para os irmãos lerem. Pode ser. Mas a verdade é que quem não lia as revistas antes não passou a ler porque ficou menor e é apenas uma por mês. Muitos pegam a Sentinela apenas porque tem o estudo semanal dela. Mas enfim, ainda confio na organização,porque ela produz conteúdo bíblico de qualidade e também porque as outras igrejas estão muito longe da verdade.

      Excluir
    4. Verdade. Isso me preocupa também porque éramos conhecidas pelo conhecimento. Mas como vou incentivar minha mãe, uma senhora de 70 anos a ler um artigo cientifico? Isso fica pros mais jovens e para aqueles que não querem ficar só no leite. Mas ainda assim, os estudos de A Sentinela continuam estabelecendo o modelo de ensinamento.

      Sobre profecias, vou te fazer uma pergunta: Onde anda o livro Revelação Seu Grandioso Climax está próximo? Sumiu né?

      Desde 2015 quando a o Escravo Fiel acabou com a história dos "antítipos" tem se observado que o foco mudou. Eu acho sensacional. Pena que quando eu criticava isso há uns 8 anos atrás, me chamavam de apóstata. :(

      Excluir
  3. Olá André!
    Com certeza sou um dos que não vão te julgar; não sou Jesus Cristo para fazer isso. Mas tenho certeza que você vai entender tudo o que vou dizer aqui. Às vezes fico decepcionado com certas coisas na organização, principalmente a atitude de alguns irmãos. Não tenho dúvidas sobre doutrinas básicas da Bíblia ou a existência de Deus. Mas por exemplo, algo que me deixa triste é a importancia exagerada que dão para os pioneiros regulares, como se eles fossem melhores que os publicadores porque fazem mais horas. Também a atitude para com o curso superior. Hoje eu estou desempregado e a profissão que eu exerço hoje está pedindo curso superior, algo que eu poderia ter feito no passado. Aqui na minha congregação uma jovem saiu de seu primeiro emprego para servir de pioneira. Elogiável? Sim! Mas e o outro lado da história? E a família dela onde apenas ela e a mãe são cristãs?
    Outra coisa também: muitas picuinhas, fofoquinhas, conversinhas sobre os outros que não são de nenhum proveito.
    Espero que me desculpe. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jovem, já falei aqui a minha visão sobre o ensino superior e o fato das pessoas não o cursarem para se envolver em atividades espirituais. Eu mesmo sou um deles; eu não fiz faculdade e somente aos 40 anos decidi fazer uma porque meu emprego também exigia. Mas enfim...

      Quanto aos Pioneiros Regulares, incomoda, mas é compreensível. Afinal, parte do princípio de que eles realmente fazem mais na obra do que os publicadores. Tente imaginar os israelitas das demais tribos questionando porque os Levitas eram melhores tratados, ao ponto, de todos levar o dízimo ao Tabernáculo? Porque eles tinham que ser sustentados e os demais não? Eu me sentiria mais incomodado se outro publicador, igual a mim, fosse melhor tratado por causa de seus bens pessoais. E acredite, é o que mais existe nas igrejas aqui fora.

      Quanto a "muitas picuinhas, fofoquinhas, conversinhas sobre os outros que não são de nenhum proveito." Amigo, não tem igreja nenhuma nesse mundo que você não encontrará isso.

      Excluir
    2. André, eu entendi o que você quer dizer. Mas concordo em partes. Os pioneiros não fazem mais na obra que os publicadores. Apenas 10% do total geral dos proclamadores do Reino estão no tempo integral. Acontece de muitas vezes os publicadores fornecerem "combustível" para os pioneiros. Quantas vezes não acontece de um publicador pegar uma revisita que pode ser feita apenas durante a semana e de dia? Quem faz essa revisita? O pioneiro, é claro! Não existe essa de elevar os pioneiros a um patamar mais alto que os publicadores. A única diferença é na quantidade de horas feitas.
      Concordo com você a respeito das conversinhas. Mas não devemos usar como parâmetro o que acontece nas igrejas em geral. Se somos cristãos, temos a obrigação de sermos diferentes. De nada adianta ficarmos "bajulando" o estudante, tendo o maior cuidado e tato como o que fala para ele para não afastá-lo se não temos a mesma atitude com o restante dos irmãos.

      Excluir
    3. Estás a procurar desculpas... nao vejo e a organizaçao tambem nao ver os pioneiros como melhores .. a comparaçao que o andre fez com os levitas foi perfeita... geralmente quando a gente nao esta fazendo o maximo na obra de jeova é q surgem essas coisas.. essas duvidas

      Excluir
  4. Gostei bastante das suas respostas André, eu sabia no fundo que você tinha boas intenções com esse blog, e não tentar desviar outros da verdade. Achei bastante interessante quando disse, "Depois que se torna Testemunha de Jeová é impossível seguir outra religião". Realmente isso é fato, apesar de algumas "dúvidas" que tenho não consigo imaginar uma religião melhor que as TJ's, atualmente sirvo como publicador não-batizado. Espero poder encontrá-lo brevemente como irmão readimitido,fique na paz de Jeová!

    ResponderExcluir
  5. Muita gayzice essas respostas para puxar o saco do André

    ResponderExcluir
  6. Fui ao Salão do Reino depois de oito anos de desassociado e me disseram que mudaram os canticos do reino. Porque retiraram canticos tão belos? Já que colocaram novos canticos, porque não apenas acrescentaram e sim substituiram.
    Pra falar a verdade não gostei.
    Achei horriveis.
    #voltacanticosantigos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com você amigo. Fui no salão após sete anos de desassociado só pra visitar mesmo, porque voltar nunca mais. Quero ser apenas um simpatisante da religião e nada mais. Não me identifico como desassociado pra ninguém, particularmente acho isso ridiculo. Pois bem voltando ao assunto, também achei desnecessário retirar canticos tão belos e substituir por canticos horriveis. E alguns ainda mudaram a letra, o que os tornaram feios també. Concordo com você, porque apenas não acrescentaram os novos canticos? Acho que são coisas da religião pra dizer que houve mudanças feitas pelo "escravo fiel e discreto", o que também achei estranho porque não os chamam mais assim. E outra coisa, um irmão me emprestou a biblia dele e vi que trocaram o nome do livro de revelação pra apocalipse. Pra que isso? Pra disser que mudou também? Não vi essa necessidade.
      Abraçoss a todos.
      Como disse, não tenho nada contra as TJs, gosto de visitar, mas como visitante e não como desassociado. Por isso todos me tratam bem lá. Rsrsrsrs
      Na congregação que fui desassociado não quero nem lembranças e nem noticias.
      PS mas desejo o bem a todos, só qe eles lá e eu cá
      Rsrs
      Abraçoss

      Excluir
    2. no incio tambem achei extanho.. mais ai compreendi.. so achei extranho por que era algo novo ... quando aprender acharei todos normais

      Excluir
  7. Olá eu e meu marido fomos desassociados há 3 anos porq cometemos fornicação na época éramos namorados, logo paramos de ir nas reuniões nossa consciência pesava então eu exige q meu marido fosse comigo e q agente fala-se a verdade pro irmao, enfim fomos ao salão resolvemos ir atrasados pra ninguém qstionar o porq não estávamos indo ou o que aconteceu ou pior ouvir os irmãos q mas amamos os nossos idosos veteranos nos dizer q saudade ou sentimos sua falta, então ligamos pro ançiao e marcamos um dia para conversarmos no salão um dia q não houvesse reunião e contamos tudo oq ocorreu detalhe nessa semana em q resolvemos contar sobre a fornicação descobri q eu estava gravida, ou seja 2 noticias ao mesmo tempo, qndo vistamos os ançioes eles acharam q falaríamos sobre preparativos do casamento etc..mas o assunto era outro..enfim eles levaram um susto com a noticia, qndo fomos embora eles ainda ficaram no salão, eu fui pra casa chorando e ao mesmo tempo aliviada por cotar a verdade, qndo fui ao salão no dia q anunciarão resolvi ir atrasada, eu vi irmãos chorando qndo anunciaram nossa desassociaçao foi muito triste, nesse meio tempo acontecerão muitas coisas meu marido q disse juntos vamos ser desassociados e juntos vamos ser readmitidos ate agora não foi as reunioes,hj eu faço esforço para voltar mas com um filho de 3 anos q corre o salão todinho e não me obedece eh criança ainda não entende, isso m desanima um pouco fora q agora trabalho de tarde e chego atrasado qse no final da reunião vi pessoas q foram desassociados depois d mim voltarem primeiro pelo mesmo motivo,e eu nada eh muito difícil, qro voltar vou fazer o meu máximo porq qndo ganhei meu filho prometi a jeova q o ensinaria o caminho da verdade, e q a minha parte eu faria, mas q a decisão do meu filho ao crescer eu deixaria na mão de jeova, eu já fui exemplo aos jovens fiz parte em uma assembleia em mairiporam-sp e hj m sinto mal por não ter o pensamento de antes hj eu tenho muitas duvidas q antes eram claras para mim. Mas posso disser d todo ❤ nunca me senti abandonada por jeova sinto o mesmo amor e a mesma certeza de q jeova e Jesus fará desse sistema um paraíso. Eu só acho q alguns da dianteira cria muitos obstáculos entre jeova e as pessoas. Minha relação com jeova eu falo com ele por meio da oração e o esculto lendo a bíblia. Na 1°comemoração q fui após a desassociaçao eu estava com meu BB no colo e meu marido do lado tinha uma irmã do lado dele quando chegou a vez da irma passar o pão pro meu marido o indicador q eh um dos ançioes pegou o pão da irma pulou nois dois e passou pro irmao do lado eu abaixe minha cabeça e chorei qndo acabou comemoração fui embora, o ançiao não podia ter feito isso uma irma disse a minha mãe q não gostou da atitude dele e pediu pra q eu falasse com o presidente da congregação, qndo houve reunião d serviço chamei o president e falei o q aconteceu ele disse q o ançiao estava certo q o desassociados não podem participar da comemoração apenas assistir,eu não m conformei com isso e como eu tinha acabado de ganhar BB eu ainda estava vulnerável chorei lá mesmo e comecei a pedir q ele m mostrasse isso na bíblia porq ate onde sabia Jesus convidou tds inclusive prostitutas etc..eu não m conformei e fui embora no meio da reunião com meu filho no colo, meu marido m levou pra casa conversou comigo dizendo q és sabiam q tava falando eu ainda indignada fui na outra semana e falei q iria enviar uma carta pra betel pedindo q m mostrasse na biblia, ai o presidente pediu q eu espera-se no final da reunião falaríamos ele veio m pediu desculpa e disse q o irmao realmente havia s equivocado mas q ficaria da minha consciência participar ou não e eu respondi um pouco ríspida minha consciência m permite participar da comemoração agora a consciência do irmao não. Eu já me casei biblicamente não somos fornicadores mas somos tratos como tal, meu marido desanimou e eu não o culpo Porisso mas sempre lembro q ele m garantiu q estaria comigo e com nosso filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confie em Jeová, não desista, encare tudo isso como uma forma de demonstrar sua lealdade a Jeová, no tempo devido ele te recompensará.

      Excluir
  8. Foi desassociado pela segunda vez em um periodo de 2 anos, a primeira por fornicação e a segunda por adultério, isso pode pesar na minha volta ou não olham esse histórico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que sim,pq fui desassociada pela 2 vez,e a segunda vez eu confessei mas mesmo assim 9 meses depois,mandei a carta e não aceitaram

      Excluir
    2. Lógico que olham o historico.

      Excluir
    3. Esse negócio de que seus pecados foram apagados apartir do momento que você confessa é tudo balela. Vai ficar tudo registradinho no seu arquivo. Tudo que você fez. E qualquer ancião que quiser ver seu histórico vai ter conecimento do seu passado.
      Vai está sempre lá nos seus arquivos. Tudo bem bonitinho. Nada apagado. Tudo bem nítido.

      Excluir
  9. Ref. ao comentário da irmã de 28 de janeiro de 2017 20:15:00 BRST.
    Compreendo sua tristeza, esses comportamentos desumanos realmente maltrata, dói demais. Eu estou readmitido há anos mas até hoje tenho trauma e sofro com tudo que passei devido a ação de muitos desse tipo. Mas persevere e continue na luta para ser readmitida pois no final tudo será resolvido entre nós e Jeová (que sonda os corações e é a personificação do amor e justiça), não entre nós e humanos imperfeitos.

    Continue lutando.

    ResponderExcluir
  10. Eu percebo que há uma orientação equivocada por parte do blogueiro sobre o que é necessário para uma pessoa retornar a Jeová. O que é necessário fazer está claramente escrito no livro Jeremias e Mensagem de Deus para Você. Não é um segredo sagrado que só os anciãos sabem. O processo de readmissão é algo exclusivamente espiritual, não é apenas escrever uma cartinha e pronto.

    Está no capítulo 6 do livro Jeremias e Mensagem de Deus para Você, cujo título do capítulo é “Obedece, por favor, à voz de Jeová”. Parágrafos 13-16. É claro que para entender bem é necessário ler o capítulo inteiro, sobretudo as belas fotos no capítulo, ou melhor o correto é ler o livro inteiro; mas vou colar os páragrafos abaixo para que todos entendam o que deve ser feito.

    13 Para retornar a Deus, como Jeremias indicou, a pessoa precisa se perguntar: ‘O que eu fiz?’ Depois de pesquisar o assunto à base dos padrões das Escrituras, deve aceitar a resposta, por mais dura que seja. Os judeus não arrependidos nos dias de Jeremias se esquivaram dessa pergunta. Eles se recusaram a reconhecer a gravidade de seus pecados, por isso Jeová não os perdoou — não podia perdoar. (Leia Jeremias 8:6.) Em contraste, um pecador arrependido reconhece que por ter desobedecido a Jeová lançou vitupério sobre o nome de Deus e sobre a congregação cristã. A pessoa que se arrepende de coração também lamenta profundamente o mal que talvez tenha causado a pessoas inocentes. Ela precisa entender que só quando reconhecer todos os efeitos de suas más ações é que seu pedido de perdão terá valor para Jeová. Mesmo assim, recuperar o favor de Deus envolve mais do que isso.

    14 Uma pessoa realmente arrependida avalia sua motivação, desejos e hábitos. (Leia Lamentações 3:40, 41.) Analisa as áreas de sua vida em que tem uma fraqueza — amizades com pessoas do sexo oposto, uso de bebidas e cigarro, internet ou negócios. Assim como uma dona de casa esfrega até mesmo os cantos escondidos de sua cozinha para manter a casa limpa, uma pessoa arrependida deve se esforçar bastante para limpar seus pensamentos e conduta em particular. Precisa ‘retornar deveras diretamente a Jeová’, cumprindo os requisitos de Deus e se ajustando aos Seus padrões. Alguns judeus nos dias de Jeremias retornaram a Jeová “de modo falso”. Eles fingiram sentir remorso, mas nunca mudaram seu coração ou sua vida. (Jer. 3:10) Ao contrário desses, quem pede perdão com sinceridade não tenta enganar a Jeová e Sua congregação. Em vez de apenas querer salvar sua reputação ou recuperar o convívio com familiares e outras pessoas da congregação, ele quer virar completamente as costas a todo o mal que cometeu e merecer o perdão e favor de Deus.

    15 A oração é uma parte importante do arrependimento. Nos tempos antigos, não era incomum as pessoas levantarem as mãos para o céu ao orar. Hoje, quando uma pessoa sinceramente arrependida ora, ela, conforme as palavras de Jeremias, ‘eleva seu coração junto com as palmas de suas mãos a Deus’. (Lam. 3:41, 42) O remorso do pecador arrependido o leva a querer harmonizar sua conduta com sua súplica por perdão. Suas orações são sinceras, vêm do coração.

    16 Sabemos que para um pecador admitir sinceramente seus erros talvez precise vencer seu orgulho. Mas o ponto-chave é: Jeová deseja que os pecadores retornem a ele. Quando Deus vê verdadeiro remorso no coração de uma pessoa, o próprio coração dele reage. Jeová fica ‘turbulento’ com ternas emoções porque deseja perdoar todos os que se arrependem de seus pecados, assim como fez com os israelitas que retornaram do exílio. (Jer. 31:20) É muito consolador saber que Jeová oferece paz e esperança àqueles que lhe obedecem. (Jer. 29:11-14) Eles podem voltar a estar entre os servos devotados de Deus.

    Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102010145

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em nenhum momento eu disse que pra voltar à ser readmitido é só mandar uma cartinha e pronto. E os textos acima são excelentes.

      Pena que na prática, tudo depende, tão somente, da vontade de três serumaninhos que fazem parte de uma comissão judicativa, cuja eficiência nos julgamentos são questionados em cerca de 30% pelas Comissões de Filiais.

      Excluir
  11. Oi Mano! Teria como vc remover todos os comentários de Fabrício Lugão? Obrigado!

    ResponderExcluir
  12. Sou desassociada a pouco tempo, amo a Jeová ainda mas tenho problemas com meus impulsos ...e não me arrependo do divórcio e nem do que fiz após o divórcio. Tenho saudade de todos não tenho mágoa de ninguém mas não encontro o tão esperado arrependimento.E estou melhor sem meu ex marido que era um frouxo na cama e preferia se masturbar e esconder Deus podres.sempre fui sincera mais que o necessário mesmo quando se tratava dos meus erros.E hoje não consigo ir frequentemente as reuniões ...entendo muito mais sobre amar o próximo aqui fora e o quanto todos precisam da verdade...eu não amava os "mudanos" pregava pra agradar a Jeová e ter o orgulho da minha família e hoje vejo como recebi de Jeová o privilégio de ver coisas que eu nunca veria la dentro ...mas quero voltar e não consigo me arrepender

    ResponderExcluir

TODOS COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS. (1) Não tiro dúvidas sobre doutrinas cristãs (2) Não permito ofensas, palavrões ou termos vulgares. (3) Não é permitido proselitismo, apostasia, contudo, aceitamos bons argumentos.